sábado, 13 de junho de 2020

Prefeitura de Cariús adota medidas mais rígidas de isolamento após aumento de casos de coronavirus

Foto Ronaldo Souza Silva
Na cidade de Cariús, na região Centro-Sul do Ceará, começaram a vigorar neste sábado (13), medidas mais rígidas de isolamento social, com restrições de acesso, para combater o novo coronavírus. O decreto municipal, assinado pelo prefeito Iran Fernandes, prevê a extensão da medida até o próximo dia 21.

De acordo com a secretaria de Saúde do Município, havia apenas um diagnóstico positivo para Covid-19 no dia 1º. Agora, são 43 casos, de acordo com levantamento divulgado pela Pasta, na última sexta-feira (12). 

Nos três acessos à cidade foram instaladas barreiras físicas e só é permitido o funcionamento de farmácias, funerária, postos de combustíveis, de lavagem de veículos e unidades de saúde. Policiais militares reforçam as medidas.

Até os mercadinhos, padarias, lojas de material de construção, entrega de gás e de água estão impedidos de funcionar atendendo consumidores de forma presencial. Esses estabelecimentos somente poderão funcionar com venda por delivery (entrega em domicílio). As medidas restritivas se estendem às sedes dos distritos rurais.

“Estamos preocupados com a situação e resolvemos adotar medidas mais duras porque os número de casos da doença vêm aumentando”, justificou o prefeito, Iran Fernandes.

A secretária de Saúde de Cariús, Araqueline Louro, revelou temor de um crescimento acentuado de registros da doença. “Estamos muito preocupados com o aumento no número de casos, pois somos uma cidade pequena”, argumentou. “Tem muita gente consciente, mas a maioria não obedece decretos e fica com aglomerações nas ruas, nos supermercados, e na zona rural estão nos açudes, em banhos e bebidas”.

Neste sábado, equipes de segurança contratadas pela Prefeitura com apoio de policiais militares fecharam todas as lojas na cidade e também nos distritos, onde ocorre maior desrespeito ao decreto municipal.

Os lojistas estão divididos. “Acho que só deveria haver um maior distanciamento entre as pessoas, mas fechar até mercantil é um exagero”, disse Francisco Barbosa. Para Miguel Oliveira, a medida é necessária. “Infelizmente, os casos estão crescendo e muitas pessoas não respeitam as medidas”.

No Ceará

No Ceará, oito cidades vivem sob regime de Lockdown. São elas: Cariús, na região Centro-Sul do Estado; Jardim, no Cariri cearense; Caucaia e Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza; e Camocim, Itarema, Acaraú e Sobral, na região Norte.

Com informações do Diário do Nordeste.