quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Ceará atinge 184.100 casos de coronavirus; mortes já são 7.921


O Ceará atingiu o número de 184.100 casos confirmados de Covid-19. Os óbitos pela doença pandêmica estão em 7.921. Os números são acumulados desde o início da crise sanitária no Estado. Os dados são da última atualização da plataforma IntegraSUS, às 17h16 desta quinta-feira (6) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Conforme a plataforma, ainda há 81.927 casos e 606 mortes em investigação, com taxa de letalidade mantida em 4,3%. No total, o Estado já aplicou 497.093 testes para detecção da doença. A ocupação dos Leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Estado está em 68,11%. Já a ocupação dos leitos de enfermagem é de 38,29%.

Com informações do Diário do Nordeste.

Fortaleza terá mais um voo para Belo Horizonte, anuncia Azul

Fortaleza e Belo Horizonte, em Minas Gerais, passarão a contar com mais uma rota aérea a partir de setembro, anunciou a Azul na manhã desta quinta-feira (6). A companhia informou ainda que reforçará as operações entre a Capital cearense e Recife, em Pernambuco, também a partir do mês que vem.

Retomando os voos gradualmente, a malha planejada para o próximo mês alcança 45% da capacidade operada pela Azul antes da pandemia e representa um crescimento de 570% na malha de 70 voos que foi operada em abril deste ano, momento crítico da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Belo Horizonte, além de mais uma rota para Fortaleza, vai contar ainda com ligações para Barreiras (BA) e Carajás (PA) e mais voos para Belém (PA), Congonhas (SP), Vitória (ES), Uberlândia (MG) e Campinas (SP) a partir de setembro. Já Recife terá operações reforçadas para Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ), Salvador (BA) e Natal (RN).

A malha de setembro da Azul também trará mais voos de Belém para São Luís e Macapá, além da retomada das ligações entre Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). "Seguindo os protocolos e medidas de higiene estabelecidos pela empresa desde o início da pandemia, os novos voos já estão sendo comercializados em todos os canais oficiais da Azul", diz a companhia aérea.

Com informações do Diário do Nordeste.

“Estou sendo perseguido”, diz deputado André Fernandes sobre processo por quebra de decoro

Foto Fabiane de Paula
"Estou sendo perseguido. Provavelmente serei punido não porque me corrompi, porque fiz coisa errada (…) nem é porque encaminhei denúncia pro Ministério Público. Eu, provavelmente, vou ser punido porque estou fazendo oposição aos Ferreira Gomes".

Deputado André Fernandes, nesta quinta (6), em pronunciamento na Assembleia. Ele fez críticas aos parlamentares e à imprensa.

Com informações do Diário do Nordeste.

Acopiara registra 476 casos de coronavirus; recuperados chegam a 396

A cidade de Acopiara, no centro-sul do Estado, agora conta com 476 casos confirmados da Covid-19.

As mortes permanecem em 25, de acordo com a Secretaria de Saúde do município, que divulgou o mais recente boletim epidemiológico na tarde desta quinta-feira  (6).

Agora a cidade conta com 25 mortes e 476 casos confirmados da doença. 396 pessoas estão recuperadas.
 

Cartórios do Ceará passam a oferecer serviços de inscrição, regularização e 2ª via do CPF

Foto Cid Barbosa
Os serviços de inscrição, regularização e emissão de 2ª via de Cadastro de Pessoas Físicas (CPFs) passam a ser oferecidos em 475 Cartórios de Registro Civil no Estado, a partir deste mês de agosto. A informação foi anunciada pela Receita Federal.

A iniciativa faz parte de um convênio firmado com base na Lei Federal nº 13.484/1720, entre a Receita Federal do Brasil e a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil). A lei transformou os municípios e distritos do país em Ofícios da Cidadania, que podem fazer parcerias com órgãos públicos para a solicitação e entrega de documentos de identificação. 

São Paulo foi o primeiro Estado a oferecer os serviços, que está sendo expandido para todo país, permitindo que o cidadão saia do cartório com o documento regularizado.

Já nos casos em que o sistema interligado com a Receita Federal apontar a necessidade de complementação do atendimento, o acompanhamento da situação poderá ser feito de forma online pela internet, mediante entrega de login e senha ao solicitante. 

De acordo com a Receita, os Cartórios de Registro Civil poderão cobrar do solicitante uma tarifa de conveniência no valor de R$ 7. Permanecem gratuitos os serviços de casos de inscrição no CPF realizada no ato do registro de nascimento, cancelamento por óbito e alteração de nome por ocasião do casamento.

Com informações do Diário do Nordeste.

Prefeito de Acopiara, Antônio Almeida, lamenta a morte do senhor Edmundo Marques de Lima, pai do radialista Esequias Vieira

O prefeito Antônio Almeida e a vice-prefeita Dra Ana Patrícia Lima Barbosa lamentam profundamente o falecimento do senhor Edmundo Marques de Lima, pai do radialista Esequias Vieira. 

O senhor Edmundo faleceu na quarta-feira, 05 de agosto deixando saudosos filhos, netos, genros e nora, além de um circulo de muitos amigos, cultivados ao longo da vida honrada. 

Pai amoroso e exemplar, seu Edmundo também era um homem de coração generoso e de fé em Deus. 

Ele fez desta fé os pilares da sua existência e da formação da sua família. 

Neste momento de profunda dor e luto, o prefeito e a vice-prefeita externam os seus votos de pesar e de solidariedade a toda família e amigos, rogando a Deus para que os acolham em seus braços fraternais e assim transforme toda dor em conforto e saudade.

Deputados aprovam multa que varia de R$ 100 até R$ 999 em caso de não uso de máscara no Ceará

Deputados estaduais votaram nesta quinta-feira (6), a cobrança de multa a pessoas físicas e jurídicas em caso de descumprimento da lei estadual que exige o uso das máscaras como equipamento de proteção do combate à Covid-19. 

A partir de agora, pessoas físicas poderão ser multadas no valor de R$ 100 em caso de descumprimento. O valor chega a R$ 300 no caso de reincidência. 

Quanto às pessoas jurídicas, o valor da cobrança será feito ao CNPJ responsável pelo empreendimento caso os funcionários não estejam cumprindo as precauções. 

Em relação às pequenas empresas, os valores são fixos em R$ 179. Os valores chegam a R$ 999 para negócios de grande porte.

Nas comissões antes de chegar ao plenário, deputados divergiram sobre a cobrança. A deputada Silvana Oliveira (PL) chegou a falar em “indústria da multa”. Parlamentares como Walter Cavalcante (MDB) e Elmano Freitas (PT) defenderam as medidas de combate à proliferação da Covid-19.

Com informações do Diário do Nordeste.

Ceará tem 882 vagas de emprego formal nesta quinta-feira (6); veja oportunidades

Foto Agência Brasil 
O Sine/IDT oferta nesta quinta-feira (6), 882 vagas em todo o Ceará, sendo 64 delas para Pessoas com Deficiência (PCDs). Fortaleza concentra a maioria das vagas, com 414 oportunidades. Entre os postos de trabalho, estão auxiliar de linha de produção (30), montador de móveis de madeira (14) e estoquista (11). 

No interior do Estado, há vagas em vários locais, com destaque para Juazeiro do Norte (60), Maracanaú (64), Pecém (50), Quixadá (81) e Sobral (53).

Em Juazeiro, são 13 oportunidades para eletricista, e em Quixadá, estão sendo ofertadas outras 13 vagas para vendedor porta a porta, entre outras opções de trabalho. 

Há postos de emprego formal ainda em Aracati (23), Crateús (22), Eusébio (38), Horizonte (2), Iguatu (11), Itaitinga (14), Itapipoca (1), Limoeiro do Norte (31), São Gonçalo do Amarante (5) e Tianguá (13). 

O atendimento está sendo feito por meio de agendamento e cumprindo protocolos básicos de segurança, como, uso de máscaras por funcionários e usuários, distanciamento mínimo de um metro e meio por pessoa e aferição de temperatura antes do acesso aos ambientes. 

Para mais informações, acesse o site do Sine ou baixe o aplicativo Sine Fácil. 

Com informações do Diário do Nordeste.

Entenda por que a série Chaves deixou de ser exibida no mundo

As gravações da série mexicana "Chaves" terminaram em 1980, mas a história do menino órfão que morrava dentro de um barril permaneceu viva nos lares de até 91 milhões de latino-americanos por mais de 35 anos.

No entanto, na última segunda-feira (3), as gerações que cresceram assistindo o programa amanheceram com a notícia do cancelamento da exibição da série por "problemas contratuais".

O fim da transmissão global no último fim de semana veio acompanhado da anúncio de que havia uma falta de acordo entre a rede Televisiva e os herdeiros de Gómez Bolaños - Chaves - pelos direitos de reprodução. Em entrevista à uma rádio, Edgar Vivar - Senhor Barriga - contou que os direitos da empresa expiraram no dia 31 de julho e não houve um consenso entre as partes para renovar o contrato. “A Televisa se recusou a pagar”, disse o ator. 

'Chaves' proporcionou 1,7 bilhão de dólares à rede Televisiva entre 1995 e 2012, graças aos direitos de trasmissão, segundo a Revista Forbes. 

O pesquisador David González Hernández, do Departamento de Estudos Socioculturais do ITESO-Universidade Jesuíta de Guadalajara, afirmou que a série mexicana sintetizava as referências a pobreza dos bairros urbanos, compartilhada em todos os países latinos. 

“O programa conseguiu estabelecer as condições de uma espécie de matriz cultural para a identificação mexicana e latino-americana. Uma vila que serve de cadinho para falar sobre os arquétipos da condição de pobreza: o desempregado (Don Ramón, Seu Madruga, no Brasil), o proprietário que o persegue para cobrar seu aluguel (Senhor Barriga), o menino de rua adotada por um grupo (Chaves). Não é surpresa que alguns digam que o programa se situa em uma narrativa de ‘irmandade’ latino-americana dos anos setenta.”, resume.

A atriz Florinda Meza, viúva de Gómez Bolaños e a 'Dona Florinda' em Chaves, publicou uma série de tuítes lamentando o fim da transmissão. “É triste ver como em sua própria casa, à qual você deu milhões de dólares, é onde menos te valorizam”, disse. 

“Chaves é um programa de culto. Faz parte do DNA dos latinos.”, acrescentou.

Com informações do Diário do Nordeste.

Fortaleza é procurado pelo Grêmio para discutir venda de Everton Cebolinha

A diretoria do Fortaleza foi procurada pelo Grêmio para tratar da venda do atacante Everton 'Cebolinha'. Formado na base tricolor, o atleta negocia a saída ao Benfica, de Portugal, com proposta inicial de 22 milhões de euros (R$ 138 mi). O Leão é importante no acordo pois detém 10% dos direitos econômicos do jogador.

A Coluna apurou que as discussões envolvem a forma de pagamento ao Fortaleza, caso haja desfecho positivo no negócio. O clube também debate sobre seguir com percentual de Everton em venda futura - formato de negócio que pode mexer com o ganho imediato, mas ser vantajoso com a valorização do atacante na Europa.

Com detalhes pendentes, a venda do jogador é tida como muito avançada. O Grêmio possui 50% dos direitos de Everton, mas tenta ampliar a fatia e até analisar um oferta do Everton-ING. Além do Fortaleza, o investidor Celso Rigo (10%) e o empresário Gilmar Veloz (30%) ganham receita com a negociação.

Carreira

Revelado na base do Fortaleza, Éverton não chegou a atuar pelo profissional e foi vendido ao Grêmio por 300 mil em 2013. Em Porto Alegre, o atacante foi campeão da Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa Sul-Americana (2018) e Campeão Gaúcho (2018-2019-2020). Teve o contrato renovado até 2022 no início da temporada.

Convocado para a disputa da Copa América, foi a estrela da seleção brasileira ao marcar três gols e se sagrou artilheiro da competição. O jogador entrou em campo na quarta-feira (5), e participou da vitória sobre o Internacional na final do Gauchão. Após o duelo, ergueu a taça e se emocionou ao falar do time gaúcho.

Com informações do Diário do Nordeste.

Ceará chega a 7.893 mortes por coronavirus, com mais de 183 mil casos

O Ceará contabiliza 183.301 casos confirmados de Covid-19 e 7.893 mortes em decorrência da doença. O número de pessoas recuperadas é de 154.545. Os números são da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) às 10h13 desta quinta-feira (6). A marca de 180 mil casos foi ultrapassada nesta última quarta-feira (5).

A partir desta quinta-feira, a plataforma apresenta novos indicadores: o número de casos notificados e a incidência de casos confirmados da Covid-19 em cada cidade.

Ao todo, já foram notificados 527.522 casos. Existem ainda 81.733 casos em investigação (casos que aguardam o resultado de exame, casos com exames inconclusivos e casos notificados sem a solicitação de exame).

Há também 604 mortes suspeitas do novo coronavírus. O Estado já realizou 493.979 testes para diagnosticar a doença.

Com informações do G1 Ceará.

Sobral e Iguatu registram, em cinco dias, 84% do total de queimadas de julho em todo o Ceará

O Ceará registrou pelo menos 53 ocorrências de incêndios em Sobral e Iguatu nos cinco primeiros dias de agosto. Só ontem (5), Sobral chegou a ter 15 ocorrências. Já em Iguatu, foram pelo menos 18 desde o início do mês, segundo o 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militares.

O total de queimadas somado representa 84% dos focos de incêndio captados pelo Mapa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em julho.

Conforme o Instituto Nacional, o último mês apresentou 63 queimadas, maior número desde 2016. O sistema utiliza imagens de satélite de alta resolução para detectar os focos de calor.

Já o Corpo de Bombeiros atende ocorrências a partir de denúncias pelo número 193. Segundo o tenente-coronel Nijair Araújo Pinto, do 4º Batalhão dos Bombeiros de Iguatu, os municípios do interior do Ceará são mais propensos às ocorrências de incêndios florestais, principalmente no segundo semestre do ano. “O início do mês de agosto tem sido muito complicado para os bombeiros do Ceará”, lamentou. 

Sobral: pelo menos 35 (até 05.08)

Iguatu: pelo menos 18 (até 04.08)

Conforme Nijair, a maior parte das ocorrências é de médio e grande porte. A situação preocupa porque mais de 90% dos focos de incêndio no Ceará acontecem no segundo semestre do ano. O pico das ocorrências se dá no mês de dezembro. Neste ano, os agentes de controle temem, ainda mais, por conta da vegetação mais densa, consequência da boa quadra chuvosa, o que pode fazer com que os incêndios atinjam uma maior extensão. 

Em 2019, os municípios de Iguatu, Sobral, Crateús, Juazeiro do Norte e Crato lideraram o ranking de registros de queimadas.

Média de incêndios por dia, em 2020:

Sobral: 5 por dia;

Juazeiro do Norte: 5 por dia;

Iguatu: 3 por dia;

Com informações do Diário do Nordeste.

Acopiara tem 474 casos confirmados de coronavirus, 381 pessoas se recuperaram

A cidade de Acopiara, no centro-sul do Estado, agora conta com 474 casos confirmados da Covid-19.

As mortes permanecem em 25, de acordo com a Secretaria de Saúde do município, que divulgou o mais recente boletim epidemiológico na noite desta última quarta-feira (5).

Covid-19 em Acopiara

474 casos confirmados

381 recuperados

25 mortes


97 pacientes já se recuperaram do novo coronavírus em Catarina

No dia 6 de abril, o município de Catarina registrava o primeiro caso confirmado do novo coronavírus (Covid-19), e há exatos quatro meses, já são 139 casos confirmados, 36 em isolamento domiciliar, 2 internamentos hospitalar, 4 óbitos, 97 pacientes recuperados, 34 casos suspeitos em isolamento domiciliar e 473 exames descartados.

Com informações do Blog do Diomar Araújo.

Operação cumpre 22 mandados de prisão em quatro cidades do Ceará em combate a organização criminosa

A Polícia Civil do Ceará deflagrou na manhã desta quinta-feira (6), a operação “Arrebol”, que visa desarticular uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas na capital e no interior Estado. Ao todo, 22 mandados de prisão preventiva, nove mandados de busca e apreensão, e um mandado de afastamento de função pública estão sendo cumpridos nas cidades de Fortaleza, Independência, Crateús e Hidrolândia.

De acordo com a polícia, os mandados, que foram expedidos pela Vara de Combate ao Crime Organizado, são resultados de investigação policial que visa desarticular um grupo criminoso com integrantes relacionados a crimes de associação para o tráfico, lavagem de dinheiro, homicídio, comércio ilegal de arma de fogo, corrupção, corrupção de menores e ameaça.

Agentes das delegacias municipais de Independência e Regional de Crateús, com o apoio do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPI/Norte). atuam na operação.

Com informações do G1 Ceará.

Incêndio em Sobral chega perto de empresas com álcool armazenado; bombeiros controlaram as chamas

Um incêndio iniciado em um terreno às margens da BR-222, em Sobral, no norte do Ceará, se espalhou pela vegetação, nesta última quarta-feira (5), e chegou próximo a um complexo de empresas com álcool armazenado e a um centro socioeducativo da cidade. Não houve feridos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou quando uma pessoa, ainda não identificada, ateou fogo a um depósito de lixo às margens da rodovia. O vento muito forte no local da ocorrência facilitou a propagação rápida, levando as chamas para outras áreas nas proximidades. Foi possível ver nuvens de fumaça espalhadas por diversas regiões da cidade.

A guarnição de combate a incêndios da 1ª Companhia do 3º Grupamento de Bombeiros permaneceu no local até as 20 horas e impediu que o fogo atingisse as empresas. Uma delas armazenava cerca de 30 mil litros de álcool, o que poderia ter causado estragos ainda maiores.

Alguns focos pequenos de incêndio persistem, mas estão controlados e não oferecem risco. Ainda conforme os bombeiros, só nesta terça-feira foram registrados 15 chamados para ocorrência de fogo em vegetação. O mês de agosto já acumula 48 incêndios em apenas cinco dias.

Com informações do G1 Ceará.

Domingos Neto libera ônibus escolares para Saboeiro e outros 5 municípios do Ceará

O relator geral do Orçamento, Dep. Domingos Neto anunciou nesta última quarta-feira (5), a liberação de mais 6 ônibus escolares para municípios da Região. Os recursos foram destinados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Segundo o parlamentar, alguns municípios já receberão os veículos nos próximos dias e outros estão em processo de aquisição por parte do MEC.

Nessa etapa serão atendidos os estudantes de Tauá, Aiuaba, Independência, Saboeiro, Orós e Barro.

Com informações do Blog do Wilrismar.

Pandemia da bala deixa mais sete pessoas assassinadas no Ceará nas últimas 24 horas

Mais sete pessoas foram assassinadas no Ceará nas últimas 24 horas, de acordo com os registros das autoridades policiais e da Segurança Pública. Um dos casos mais graves ocorreu no interior do estado. Pai e filho foram mortos por pistoleiros na zona rural do Município de Morada Nova (a 163Km de Fortaleza). Na Capital, o corpo de um desconhecido foi encontrado, crivado de balas, dentro de um carrinho de geladeira, em plena Avenida Leste-Oeste.

De acordo com a Polícia, por volta de 22 horas, populares acionaram a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), através do telefone 190, para comunicar que o corpo de um homem havia sido encontrado com marcas de violência no bairro Moura Brasil, na zona Central da Capital.

O cadáver – sem identificação – foi deixado dentro do carrinho de recolhimento de materiais recicláveis na Avenida Presidente Castello Branco (Leste-Oeste), ao lado de uma rampa de acesso à comunidade do Oitão preto, área onde existe uma cracolândia, ponto de venda de drogas. O cadáver foi recolhido pela equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce). Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) começam a investigar o caso.

Outros crimes

Em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), ao menos, dois assassinatos foram registrados na noite de ontem. Um deles aconteceu no bairro Buenos Aires, onde um jovem foi morto com tiros de espingarda de calibre 12 (escopeta) no rosto, ficando irreconhecível.

Outro homem foi baleado em Horizonte e acabou morrendo na Emergência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) daquela cidade.

Em Chorozinho, também na RMF, um jovem, filho de um comerciante da região, foi assassinato a tiros no começo da noite passada.

Interior

Pai e filho foram assassinados, a tiros, na noite de quarta-feira (5), no Distrito de Uiraponga, na zona rural de Morada Nova . As vítimas foram identificadas apenas por Chico Goiana, o pai; e seu filho, Romário. Os corpos foram encaminhados ao Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) da cidade de Russas.

Em Quixadá, um homem conhecido por “Véio de Edgar”, foi assassinado a tiros por pistoleiros na localidade de Lagoa Nova, no limite com o Município de Ibicuitinga, no Sertão Central.

Com informações do Ceará News.

Após rompimento com TwoFlex, Gol busca parceria para voos regionais

Lançados em dezembro do ano passado após meses de negociação entre o Estado e a Gol para incentivar a aviação regional no território cearense, os voos de Fortaleza a oito cidades do interior mal começaram e estão há pelo menos quatro meses suspensos por conta da pandemia. As linhas eram operadas pela TwoFlex, que foi adquirida pela Azul Linhas Aéreas em janeiro. Apesar de garantir a manutenção das operações em um primeiro momento, a Gol encerrou o contrato existente com a companhia de menor porte em meio ao contexto da pandemia e agora busca outra parceria para a aviação regional.

Em nota à reportagem, a Gol informou que "tem tratativas com outras empresas que prestam o mesmo tipo de serviço que foi oferecido pela TwoFlex, cujo acordo foi encerrado em fevereiro/2020".

A companhia disse ainda que avalia as oportunidades para o seu negócio e que "com certeza as operações em aeroportos regionais serão retomadas tão logo ocorra uma normalização da demanda e soluções mais concretas para a Covid-19". "A Gol foi a pioneira no desenvolvimento dessa parceria comercial que leva o transporte aéreo a cidades com menor demanda e que não sustentam a operação de aeronaves de maior porte e teremos outros parceiros desenvolvidos para manter o nosso plano", completa a nota.

Há pelo menos quatro meses sem movimentação de passageiros e sem voos regulares comerciais, os principais aeroportos regionais do Ceará ainda aguardam uma melhora nos cenários econômico e pandêmico para voltarem às operações. A baixa demanda por conta da Covid-19, aliada às restrições de viagens, obrigou companhias aéreas a suspenderem frequências que vinham crescendo em sete terminais do Estado no início deste ano, com voos que ligavam o interior e litoral a Fortaleza.

Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), foram movimentados mais de 43 mil passageiros de janeiro a junho deste ano em sete aeroportos regionais do Ceará (Crateús, Aracati, Jericoacoara, Iguatu, São Benedito, Sobral e Tauá). O resultado se refere basicamente aos meses de janeiro a março, uma vez que em abril, maio e junho, por conta do avanço da pandemia, não houve tráfego nestes terminais.

De acordo com Fábio A. De Faria, gerente de Programas e Operações Aeroportuárias da Superintendência de Obras Públicas (SOP), todos os aeroportos regionais estão operacionais e abertos às atividades aéreas. Questionado se os terminais estão recebendo voos, o gerente diz que sim. "Porém, somente da aviação geral, que compreende os táxis-aéreos e a aviação executiva e de pequeno porte. A aviação regular (Gol, Latam, Azul e demais companhias aéreas) não retornaram ainda suas atividades. Em nenhum momento, mesmo durante os períodos mais críticos da pandemia, nossos aeroportos estiveram fechados".

Faria diz também que o momento tem sido complicado para o setor. "Foi um período muito difícil. Houve uma redução drástica da atividade aérea com a consequente redução no turismo, na arrecadação tarifária".

Ele acredita também que as perspectivas para a retomada são as melhores possíveis. "Com a aproximação do fim do ano e das férias, associado a uma maior sensação de segurança sanitária para a população, acredita-se que os nossos aeroportos retornem a um fluxo de voos próximo dos praticados nos anos anteriores, respeitando-se os planos de retomadas das rotas por partes das companhias aéreas".

Além disso, especialistas também apontam que as perspectivas são positivas para o Ceará, uma vez que o Estado tem vocação turística, cuja demanda deve ser retomada no pós-pandemia.

Parcerias

Para o economista especialista em aviação, Alessandro Oliveira, as parcerias entre as companhias aéreas funcionam à medida que o mercado vai se recuperando. "Eu acredito na viabilidade sim (dos voos regionais) porque parcerias vão ser uma questão importante para as empresas grandes que não vão poder ficar esparramando capacidade, com muitos voos sem tatear o mercado, sem conhecer. E neste caso, ter aeronaves menores, faz sentido para ir conhecendo o mercado do que pôr logo jatos grandes para experimentar. Eu acho que a parceria é um caminho muito interessante e muito inteligente, na verdade, nesse pós-pandemia", avalia.

O especialista ainda afirma que a aviação regional é muito sensível à situação econômica do País e que o tempo para a retomada dos voos regionais no Ceará vai depender disso.

"A aviação regional é complicada porque ela sofre muito com os choques da economia. Quando as companhias aéreas estão mal, os primeiros voos a serem cortados são os de menor densidade de tráfego. E na retomada é claro que se espera que na margem, as rotas mais densas do mercado regional retornem, mas não sem antes haver um adensamento do tráfego nas principais ligações. É provável que a retomada comece nas ligações entre as capitais", explica o especialista.

Oliveira também avalia que o turismo estadual tem potencial para o desenvolvimento da aviação regional após a Covid-19, levando em consideração um cenário mais otimista para a situação da pandemia. "Eu vejo o turismo como contendo um bom potencial sim. Claro que o cenário sanitário vai impactar na retomada da economia e é um forte condicionador, porque se a renda per capita não subir, fica mais difícil a gente retomar a taxa de crescimento como antes. Mas mesmo assim eu vejo com um certo otimismo".

Futuro

Para o professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Cláudio Jorge, o futuro da aviação regional do Ceará será como no restante do País. "Após esse evento pandêmi-co, creio numa rápida retomada da economia e acompanhando a demanda por viagens aéreas. Muitos estão sedentos por isso. Mas as companhias aéreas se desarticularão e levarão algum tempo para alçar níveis mais altos. A retomada no Ceará depende, assim como em todo o País, do sucesso das vacinas".

Além disso, o professor pondera que o cenário de parcerias da Gol vai se desenhando à medida que novas empresas aéreas com foco no mercado regional vão sendo criadas. "Quanto aos parceiros com a Gol temos, mesmo durante a pandemia, duas novas companhias regionais se formando. Uma delas é a Nella, que tem feito divulgação de atuar no início de 2021. A aviação geral deve ter maior espaço no nosso País, assim como tem nos Estados Unidos", acrescenta.

Com informações do Diário do Nordeste.

Com gravações suspensas, consumo de telenovelas aumenta durante o isolamento por meio das reprises

Foto Janine Fontenele
Gravações suspensas, distanciamento social necessário: a segunda quinzena de março trouxe consigo mudanças na produção de novelas no Brasil. Para contornar a situação, a TV Globo optou por exibir novamente alguns antigos sucessos da teledramaturgia. A solução não é atípica, afinal, o programa “Vale a Pena Ver de Novo”, no ar desde os anos 1980 na mesma emissora, dedica-se exclusivamente para a reprodução de telenovelas. O mesmo propósito guia o Canal Viva, que, em 2020, completou seu décimo aniversário. O questionamento que fica é: por que, dentre tantas possibilidades de entretenimento, como as lives musicais, as novelas renderam tanta audiência nos últimos meses?

Para Thaiane Machado, professora e doutoranda em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), um dos grandes fatores é comportamental, visto que, no contexto da pandemia, as pessoas possuem mais tempo livre em casa, e acabam consumindo o que antes não fazia parte do seu cotidiano. “Com essa questão, obviamente o consumo de entretenimento em casa vai ser grande. Assim como o de novelas, é o de filmes e séries. Mas, hoje, as reprises têm sido a opção colocada à disposição das pessoas, principalmente em TV aberta”, afirma.

Dentre as novelas reprisadas, “Fina Estampa” se destacou por apresentar até 34 pontos de audiência nesta nova edição. Já “Êta Mundo Bom” chegou a superar o público de “Avenida Brasil”, novela que a antecedeu no “Vale a Pena Ver de Novo”, marcando entre 20 e 22 pontos. Fáceis de serem consumidas, as derivadas dos romances-folhetim cativam os espectadores por sua narrativa sequenciada e pelo desempenho dos atores que dão vida aos personagens, sendo estes, muitas vezes, fontes de reconhecimento pessoal.

Na contramão da disponibilidade de tempo, Jacqueline Soares, de 51 anos, se viu “presa dentro de casa, tendo que desempenhar o papel de mãe, cuidadora e responsável pelo lar 24 horas por dia”, como conta. Na tentativa de recuperar um momento exclusivo para si mesma, ela encontrou nas novelas o refúgio que precisava, apesar de nunca ter tido o hábito de consumi-las.

“Estabelecer o ‘meu horário da novela’ acabou impondo limites em casa, me trazendo mais privacidade e respeito por parte dos meus familiares. Esse momento acabou se tornando de lazer e autoconhecimento, pois, o interessante para mim foi refletir sobre a história de cada personagem e perceber que tinha um pouco de mim em cada um deles. Fiquei pensando: ‘onde eu estava em 2015 que não pude assistir essa novela?”, o que me trouxe vários questionamentos para o meu eu do presente. Me vi fazendo uma miniterapia particular e finalmente fazendo algo por mim”, relata.

Inegável é o aspecto cultural que une a teledramaturgia ao cotidiano do brasileiro. Reunir-se em frente à televisão é ainda momento de comunhão entre muitas famílias. Em um período em que a grade televisiva é tomada por notícias duras sobre a pandemia e suas consequências na sociedade, a reprise das novelas traz fôlego e nostalgia para o dia a dia do telespectador.

“Esse outro lado do apego emocional é até uma estratégia que a emissora tem usado para chegar a esse público que sente saudades e que gosta de assistir a essas novelas, não só pela possibilidade de recuperar clássicos, mas disponibilizar isso por meio de uma plataforma de streaming de grande acesso e busca”, explica a pesquisadora da UFBA.
Acesso

O recurso citado por Thaiane é a Globoplay, plataforma digital lançada em 2015 e que já é o segundo aplicativo de streaming mais baixado no País. Ele, que produz conteúdos originais bem como reúne sucessos televisivos de diferentes décadas em um só lugar, foi a principal forma de entretenimento de Clarice Nobre, de 20 anos, durante o período de isolamento social.

A estudante criou o hábito de assistir novelas ainda criança, ao lado da avó. Já mais velha, a preferência pelo formato não diminuiu, mas acabou ganhando novas configurações.“Na Globoplay, eu já costumava assistir capítulos aleatórios de novelas que eu gostei muito ou o capítulo de alguma novela em curso que eu havia perdido, além de outras séries da plataforma. Durante o isolamento, eu estou assistindo bem mais”, declara.

Clarice afirma já ter “maratonado” quatro novelas nos últimos meses: Orgulho e Paixão, Totalmente Demais, Bom Sucesso e Espelho da Vida. “O fato é que eu gosto do formato, uma obra aberta, que conta muitas histórias ao mesmo tempo – e que quase sempre se interligam –, fora que é um diálogo muito imediato com o público. Acho que o costume vem de ser brasileira mesmo. Somos um mercado muito grande tanto de consumo quanto de exportação de novelas”, completa a jovem.

Além de refrescar a memória daqueles que acompanharam a obra em canal aberto, a iniciativa de resgatar essas produções antigas para consumo no ritmo individual de cada espectador também é uma estratégia para se aproximar do público jovem, nascido e criado em uma cultura de seriados, como explica a professora Thaiane Machado.

“Creio que a novela sempre será um produto de grande consumo do brasileiro e a empresa vem, aos poucos, mudando sua lógica de produção, o próprio tempo de novela, a forma de entregar isso ao consumidor. Assim, não só atrai o público conhecedor, como também inicia um diálogo com o mais jovem. Não diria que é uma tendência, mas um comportamento de consumo natural. As pessoas têm essa relação emocional com o produto e estão dispostas a relembrar e trazer isso de volta, ainda que por meio de outras plataformas”, finaliza.

Com informações do Diário do Nordeste.

Pesquisadores cearenses se mobilizam para enviar pele de tilápia ao Líbano

Foto Viktor Braga/UFC
Pesquisadores do Projeto Pele de Tilápia, da Universidade Federal do Ceará (UFC), estão realizando uma campanha para sensibilizar as autoridades brasileiras a facilitar o envio de todo o estoque de 40 mil cm² de pele de tilápia, para ajudar as vítimas da explosão em Beirute, capital do Líbano, que deixou 4 mil feridos e mais de 100 mortos nesta última terça-feira (4). A pesquisa é realizada no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), sob coordenação do Dr. Odorico de Moraes.

Os estudos desenvolvidos pela UFC mostram a eficácia do uso da pele de tilápia em queimaduras de 2º e 3º graus e lesões na pele, agindo como um “curativo biológico” no processo de cicatrização.

O biólogo Felipe Rocha, pesquisador do projeto, explica que é preciso haver um consenso entre as autoridades das duas nações para poder realizar o envio do material. “Como é um material de pesquisa, os ministérios da Saúde dos dois países precisam se contactarem e autorizarem o envio e o uso. Mas a pesquisa já está bem avançada e os resultados de efetividade de efeito já são comprovados e publicados em artigos nacionais e internacionais”, afirmou.

De acordo com o pesquisador Carlos Roberto Paier, a pele da tilápia é um produto experimental, ainda não autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), motivo pelo qual o envio do material ainda é burocrático. Esta não é a primeira vez que existe a intenção de enviar o produto para o exterior. Ano passado, a equipe tentou colaborar no socorro a vítimas de um acidente na Colômbia, mas houve entraves com a legislação daquele país, o que acabou inviabilizando o envio.

“É preciso ter uma empresa interessada em fazer a transferência da tecnologia. Se a empresa adquirir essa tecnologia e passar a produzir a pele da tilápia industrialmente, o produto poderá ser comercializado e passará a ser fiscalizado pela Anvisa”, explica.

O pesquisador esclarece que existe outros tipos de tratamento de queimados, como por exemplo, por meio da pele humana. O estoque, contudo, é muito baixo, especialmente em tempos de pandemia, o que também o torna mais caro. “Para se ter uma ideia, no Brasil só existem dois bancos de pele humana, em São Paulo e no Rio Grande do Sul”, finaliza.

Alto potencial de regeneração

Estudos clínicos realizados em mais de 350 pacientes, revelaram que a pele de tilápia tem alto potencial de regeneração, abrevia a dor do paciente, além de reduzir a troca de curativos e os custos operacionais clínicos. O seu uso é indicado para tratamento de queimaduras de 2º e 3º graus.

Segundo um dos coordenadores da pesquisa, Dr. Edmar Maciel, o tratamento por meio da pele de tilápia funciona como um curativo temporário e evita danos como contaminação. “Ele age como curativo temporário que evita a troca de curativo, reduz a perda de líquido e a contaminação do meio externo para dentro da ferida. Dependendo da profundidade da queimadura a recuperação pode acontecer em um intervalo de 2 dias a até um mês e meio”, explicou.

Uso da pele de tilápia

A pele da tilápia foi utilizada inicialmente no tratamento de queimados. A técnica para a recuperação desses pacientes desenvolvida pela Universidade Federal do Ceará (UFC) chegou a ser exportada e usada para curar queimaduras de ursos na Califórnia.

Houve êxito na aplicação em cirurgias ginecológicas, técnica idealizada pelo médico Leonardo Bezerra, professor da UFC. No caso mais recente, o material foi usado em um procedimento inédito para reconstrução vaginal de uma mulher transexual, realizado na Unicamp, em Campinas (SP). Já no Ceará, os procedimentos são realizados em parceria com a Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC).

No Ceará, cirurgias de reconstrução vaginal com a membrana do peixe já foram realizadas em mulheres com síndrome de Rokitansky, agenesia vaginal ou câncer pélvico.

Em 2017, pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC) inauguraram o primeiro banco de pele de tilápia para uso em tratamentos médicos.

A repercussão positiva dos resultados obtidos com as pesquisas já foram destacadas pelo presidente Jair Bolsonaro e, inclusive, citada em séries de TV norte-americanas como “The Good Doctor” e “Grey’s Anatomy”.

Com informações do G1 Ceará.

Número de casamentos volta a crescer após três meses no Ceará

Foto José Leomar
O número de casamentos civis voltou a crescer em julho após apresentar uma baixa por três meses seguidos no Ceará. Em abril, maio e junho, meses de isolamento social e até lockdown no Estado, foram registrados 411, 555 e 931 cerimônias, respectivamente, enquanto o último mês bateu 1.418 uniões. Somados, os meses de abril a junho correspondem a uma queda de 67% em comparação a igual período do ano passado.

Os dados foram extraídos da plataforma de Transparência do Registro Civil, mantida pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (ARPEN).

O diretor de tecnologias da Associação Cearense de Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-CE), Guilherme Araripe, explica que essa guinada nos números se dá pelo retorno das atividades no Estado, mas reforça que o serviço não deixou de ser ofertado. "Não deixamos de realizar em nenhum momento. Os atendimentos continuam em regime de plantão. Com agendamento", explica.

"Os casamentos são realizados atendendo às medidas protetivas sugeridas pelos órgãos de saúde, que são o distanciamento, o uso obrigatório e poucas pessoas na cerimônia", enfatiza Guilherme.

Mesmo com o aumento dos registros em julho, se comparado com os números de 2019, ainda existe uma grande diferença. Em julho do ano passado foram contabilizados 2.301 casamentos civis, o que representa um recuo de 38.3% nos dados deste ano. "Essa queda teve mais força também, por conta do medo. Outro fator que contribui para diminuição é a crise econômica, decorrente da pandemia. Muitas pessoas ficaram desempregadas e isso com certeza fez com que adiasse os planos para casar", completa.

Para o diretor, com o retorno gradativo das atividades e a redução dos índices do novo coronavírus no Estado, a quantidade de casamentos pode voltar ao normal.

Cerimônia

No fim de maio, o casal Breno Oliveira, 23, e Brena Oliveira, 24, decidiu começar a procurar um cartório de Fortaleza para registrar a união. Dentre as poucas datas disponíveis devido à crise, o dia 2 de julho ficou acertado para a cerimônia civil. "A celebração não foi tão boa quanto queríamos. Foi em um local mais aberto. Foi muito rápido", relata Brena. Já a cerimônia religiosa deve ocorrer no próximo dia 15, em uma igreja evangélica, de forma mais intimista, completa a noiva.
Divórcios

De acordo com os dados colhidos do Colégio Notarial do Brasil, também houve queda nos registros de divórcio no Ceará. Enquanto os seis primeiros meses de 2019 não apresentaram números abaixo de 100, neste ano, chegou a 31 divórcios no mês de abril. No total, em 2020, a diminuição foi de 61% em relação a igual período de 2019.

Com informações do Diário do Nordeste.

Ator Gésio Amadeu morre vítima de coronavirus aos 73 anos

Morreu nesta última quarta-feira (5), o ator Gésio Amadeu, de 73 anos por múltipla falência dos órgãos. Ele estava internado desde o final de junho após ser diagnosticado com a Covid-19. O ator ficou conhecido pelo público infantil depois de sua participação na novela Chiquititas, quando interpretou o Tio Chico.

A morte de Gésio foi confirmada pelo filho Mario Amadeu por meio de uma publicação no Facebook."Meu pai acabou de falecer. Falência múltipla de órgãos. Por hora somente essa informação. Assim que possível postaremos mais", escreveu na postagem.

Após receber o diagnóstico da doença, o ator precisou ficar internado no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, por causa da pressão alta. Na época, seu filho usou as redes sociais para fazer um relato da situação do pai.

"Sobre o quadro de saúde de seu pai: "Muitos sabem e muitos não sabem mas estou aqui para esclarecer algumas coisas que estão acontecendo com meu pai que pegou a Covid-19. Meu pai, o ator Gesio Amadeu, no dia 24 de maio, foi a um primeiro hospital para realizar exames pois estava com a pressão alta fazia dias. Como a pressão não abaixava, por determinação médica, ele foi internado. Ele ficou 8 dias na UTI e provavelmente lá ele contraiu Covid. Foi na UTI deste primeiro hospital que meu pai teve febre a primeira vez. Ele teve alta e foi para um quarto, aí eu comecei a acompanhar o meu velho", disse.

Além de interpretar o Tio Chico, na novela Chiquititas, Gésio Amadeu participou de várias produções na Rede Globo como as mais recentes Velho Chico, Flor do Caribe e Força Tarefa.

Repercussão entre os amigos

Vários colegas de trabalho que atuaram com Gésio na novela Chiquititas se manifestaram nas redes sociais ao saber da morte do amigo. O ator Nelson Martins lembrou da alegria e a doçura presentes no sorriso de Gésio.

"Hoje partiu Gesio Amadeo. Um amigo um pai um filho um irmão que me acolheu em seu coração desde que nos conhecemos em #chiquititas na Argentina. Que sua doçura , seu sorriso largo, suas inúmeras personagens que tanta sensibilidade e talento nos brindaram nos palcos e telas dessa vida, permaneçam em nossa memória. Ficamos aqui contando as horas pra a dor se transforme em apenas saudade", escreveu no Instagram.

Sentimento compartilhado pela companheira de novela, a atriz Aretha Oliveira, que interpretou a personagem Pata, uma das protagonistas da versão brasileira de Chiquititas. "Para sempre no meu coração, descanse em paz!", publicou.

Com informações do Diário do Nordeste.

Ninguém acerta, e prêmio da Mega-Sena vai a R$ 6,5 milhões

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1
Foto Marcelo Brandt/G1
Ninguém acertou os seis números do concurso 2.286 da Mega-Sena sorteados nesta última quarta-feira (5), na cidade de São Paulo. O prêmio estimado para o próximo concurso que acontece no sábado (8) é de R$ 6,5 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 09 - 21 - 30 - 41 - 42 - 43

A Quina teve 28 apostas ganhadoras, e cada uma receberá R$ 56.321,66. A Quadra pagará R$ 1.366,20 a 1.649 ganhadores.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Com informações do G1.

Corpo de homem é encontrado dentro de carcaça de geladeira, no Ceará

Foto Rafaela Duarte/Sistema Verdes Mares
O corpo de um homem foi encontrado nesta última quarta-feira (5), dentro de uma carcaça de geladeira abandonada em um terreno do Bairro Moura Brasil, em Fortaleza. A identificação da vítima não foi revelada.

Segundo policiais militares do 5º Batalhão, moradores acionaram os agentes após encontrar o corpo em uma área da Comunidade do Oitão Preto. Testemunhas disseram que ele não era morador da região. Ninguém soube informar quando o corpo foi deixado no local.

A Polícia Civil vai investigar o caso, bem como as causas da morte e a motivação para o crime. Os suspeitos estão sendo procurados.

Com informações do G1 Ceará.

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Brasil tem 97.256 óbitos por coronavirus e 2,02 milhões de recuperados

Foto Robson Valverde / SES-SC
O balanço diário do Ministério da Saúde - divulgado nesta quarta-feira (5), mostra que o Brasil tem 2.859.073 casos acumulados de covid-19. Desse total, 70,7% se recuperaram da doença, ou seja, 2.020.637 pessoas; 97.256 faleceram e 741.180 pacientes estão em tratamento. Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.437 óbitos e notificados 57.152 novos casos de covid-19.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,4%, mesmo percentual de dias anteriores. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 46,3. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1.360,3.

O Brasil mantém-se em segundo lugar no ranking mundial em número de casos e de óbitos relacionados à pandemia. A liderança é dos Estados Unidos. De acordo com o mapa da universidade Johns Hopkins, o país possui 157.690 mortes e 4.811.128 casos acumulados. Na terceira colocação, em número de casos, segundo o ranking na instituição norte-americana, aparece a Índia, com 1,9 milhão de infecções e 39.795 óbitos. Já em número de mortes, a terceira posição é do México, que registra 48.869 falecimentos e 449 mil casos totais confirmados. 


Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes registraras por covid-19 são: São Paulo (24.109), Rio de Janeiro (13.855), Ceará (7.867), Pernambuco (6.758) e Pará (5.818). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Tocantins (415), Mato Grosso do Sul (442), Roraima (532), Acre (547) e Amapá (588). Mato Grosso do Sul, que permaneceu ao longo da pandemia como o local menos letal, deixou o último lugar do ranking, ultrapassando Tocantins e o Acre.

Em casos confirmados do novo coronavírus São Paulo também lidera a lista com 585.265 notificações, seguido por Ceará (181.443), Bahia (179.737), Rio de Janeiro (172.679) e Pará (160.695). Os estados com menos pessoas infectadas até o momento são: Acre (21.033), Tocantins (28.312), Mato Grosso do Sul (28.315), Roraima (34.296) e Amapá (37.318).

Com informações da Agência Brasil.

Pesquisadores do Ceará se mobilizam para enviar pele de tilápia ao Líbano para tratar queimaduras de vítimas de explosão

Um grupo de pesquisadores do Projeto Pele de Tilápia, da Universidade Federal do Ceará (UFC), realiza uma mobilização para sensibilizar as autoridades brasileiras para viabilizar o envio de todo o estoque de 40 mil cm² de pele de tilápia para ajudar no tratamento de queimaduras das vítimas da explosão que deixou cerca de 5 mil feridos e mais de 100 mortos, em Beirute, no Líbano, nesta última terça-feira (4).

O trabalho é realizado no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), que tem coordenação de Odorico de Moraes.

Para poder conseguir encaminhar o estoque de pele de tilápia do Brasil para o Líbano, é preciso que haja um consenso entre as autoridades dos dois países, conforme explica Felipe Rocha, biólogo e pesquisador do projeto.

"Como é um material de pesquisa, os ministérios da Saúde dos dois países precisam se contactarem e autorizarem o envio e o uso. Mas a pesquisa já está bem avançada e os resultados de efetividade de efeito já são comprovados e publicado em artigos nacionais e internacionais", disse.

Tentativa de ajuda internacional

Esta não é a primeira vez que os pesquisadores tentam enviar o produto para o exterior. De acordo com o também pesquisador Carlos Roberto Paier, em 2019, a equipe tentou viabilizar o envio da pele da tilápia para ajudar vítimas de um acidente ocorrido na Colômbia, mas houve restrições sanitárias daquele país, o que acabou inviabilizando a exportação.

A pele da tilápia é um produto experimental, ainda não autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), motivo pelo qual o envio do material ainda é burocrático.

"É preciso ter uma empresa interessada em fazer a transferência da tecnologia. Se a empresa adquirir essa tecnologia e passar a produzir a pele da tilápia industrialmente, o produto poderá ser comercializado e passará a ser fiscalizado pela Anvisa", esclareceu.

O tratamento de queimados já é realizado com o uso da pele humana, mas o estoque baixo e as complicações impostas pela pandemia da Covid-19, torna o processo bem mais caro, de acordo com Paier. "Para se ter uma ideia, no Brasil só existem dois bancos de pele humana, em São Paulo e no Rio Grande do Sul", conclui.

Potencial de regeneração

Estudos clínicos realizados em mais de 350 pacientes, revelaram que a pele de tilápia tem alto potencial de regeneração, abrevia a dor do paciente, além de reduzir a troca de curativos e os custos operacionais clínicos. O seu uso é indicado para tratamento de queimaduras de 2º e 3º graus.

Segundo um dos coordenadores da pesquisa, Edmar Maciel, o tratamento por meio da pele de tilápia funciona como um curativo temporário e evita danos como contaminação pelo contato do ferimento com o meio externo.

"Ele age como curativo temporário que evita a troca de curativo, reduz a perda de líquido e a contaminação do meio externo para dentro da ferida. Dependendo da profundidade da queimadura a recuperação pode acontecer em um intervalo de 2 dias a até um mês e meio", esclareceu.

Tratamento com a pele da tilápia

A princípio, a pele da tilápia foi utilizada para tratar vítimas de queimaduras. A técnica para a recuperação desses pacientes, desenvolvida pela UFC, chegou a ser exportada e usada para curar queimaduras de ursos na Califórnia.

Também houve sucesso na aplicação em cirurgias ginecológicas, técnica idealizada pelo médico Leonardo Bezerra, professor da UFC. No caso mais recente, o material foi usado em um procedimento inédito para reconstrução vaginal de uma mulher transexual, realizado na Unicamp, em Campinas (SP). Já no Ceará, os procedimentos são realizados em parceria com a Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (Meac).

No Ceará, cirurgias de reconstrução vaginal com a membrana do peixe já foram realizadas em mulheres com síndrome de Rokitansky, agenesia vaginal ou câncer pélvico.

A Agência Espacial Norte-americana (Nasa), como parte do projeto Cubes in Space (Cubos no Espaço), fará testes e enviará amostras da pele do peixe, utilizada especialmente em reconstruções da pele humana, como em casos de queimaduras.

Com informações do Diário do Nordeste.

Previsão do tempo: Ceará tem céu claro predominante até esta sexta-feira

O céu claro deve continuar predominante sobre todo o Ceará até a próxima sexta-feira (7), pelo menos. O cenário é apontado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) após previsão do tempo realizada na manhã desta quarta (5).

Em análises realizadas nos últimos dias, os pesquisadores têm observado a presença de áreas de instabilidade sobre o oceano Atlântico ao norte e ao leste do Nordeste brasileiro, porém, a expectativa é de não influenciarem as condições do tempo do estado. O céu deverá continuar com predomínio de céu claro com alguns momentos do dia com maior nebulosidade no estado.

Diante das atuais condições, a Funceme reforça ainda que o centro-sul do Ceará, principalmente, deverá apresentar baixa umidade do ar. Na tarde de terça-feira (4), municípios como Tauá, Iguatu, Morada Nova e Crateús apresentaram taxa em torno dos 20%, o que indica estado de atenção, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Rajadas

Em relação a ventos, o Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) mantém aviso de rajadas de até 60 km/h válido até hoje. No entanto, a Funceme afirma que o Ceará deve seguir com esta tendência nas próximas 72 horas, principalmente junto à costa.

Menina de 10 anos cria colete de papelão e realiza sonho de conhecer policiais militares no Ceará

Uma menina de 10 anos de idade conseguiu realizar o sonho de conhecer policiais militares após confeccionar um colete com papelão, tinta e barbante para simular os utilizados pelos agentes. Luana Cordeiro é moradora do distrito de Arraial, na zona rural de Poranga, no interior do Ceará.

Fã da Polícia Militar, a menina recebeu em casa uma visita de agentes da Força Tática e do destacamento de Poranga nesta última segunda-feira (3), após a repercussão das imagens dela nas redes sociais usando o colete.

Os policiais foram recepcionados carinhosamente por Luana, segundo a Polícia Militar. Como forma de agradecimento, os agentes levaram alguns presentes com emblemas da corporação, como blusa, chaveiro e caneca.

"Presentes para, de alguma forma, tentar retribuir todo o apreço demonstrado pela jovem Luana. Momentos como esse fazem com que os policiais se sintam valorizados e reconhecidos pela sociedade que juraram proteger", afirmou a Polícia Militar.

Com informações do Diário do Nordeste.

Iguatu contabiliza 2.019 casos de coronavirus e 51 óbitos pela doença

Dados divulgados na noite desta quarta-feira (05), por volta das 19h08, pela Secretaria Municipal da Saúde mostram que Iguatu já atingiu 2.019 casos de Covid-19. Desse total, 51 pessoas já morreram em decorrência da doença.

Do total de casos confirmados 1.765 pacientes já foram curados. Há ainda 176 pacientes em tratamento domiciliar, 17 internações clínicas e 10 pessoas estão se tratando em UTI. Existem ainda 1.528 pessoas com suspeita da doença. A taxa de letalidade é de 2,5%.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 95%, ou seja, dos 20 leitos disponíveis, 19 estão ocupados por pacientes em estado grave, dos seguintes municípios: IGUATU (06) – Cedro (01) – 0rós (01) – Mombaça (02) – Várzea Alegre (01) – Acopiara (02) – Jucás (02) – Cariús (02) – Jaguaribe (01) – Quixelô (01).

Eleitorado cearense cresce 3,84% e atinge 6,5 milhões de pessoas aptas a votar

Foto Agência Brasil
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, apresentou nesta quarta-feira (5), em entrevista coletiva virtual, os dados oficiais e estatísticas do eleitorado brasileiro que vai escolher prefeitos e vereadores nas eleições municipais deste ano. Estão aptas a votar em novembro mais de 147,9 milhões de pessoas. No Ceará, são 6.567.760 eleitores aptos. O Estado representa 4,44% do eleitorado nacional. Trata-se do 8º com maior número de eleitores do Pais e o 3º do Nordeste. Houve um aumento de 3,84% do eleitorado cearense.

Os números não levam em conta os eleitores do Distrito Federal e de Fernando de Noronha, onde não há eleições municipais, e os brasileiros residentes no exterior, que só votam nas eleições gerais. No total, o Brasil tem 150,5 milhões de eleitores. É a quarta democracia do mundo, atrás apenas da Índia, dos Estados Unidos e da Indonésia, destaca Barroso.

O prazo para o cadastramento eleitoral e regularização do título de eleitor terminou em 6 de maio. Quem está em situação irregular não poderá votar.

Os números mostram que houve evolução de 2,66% do eleitorado em relação às últimas eleições municipais (2016), quando 144 milhões de pessoas estavam aptas a votar. O maior crescimento do eleitorado foi no Amazonas, com aumento de 7,88%, e no Tocantins, que teve pequena redução (0,17%) no número de votantes.

São Paulo, cidade com a maior população do país, representa o município com maior eleitorado, com 8,9 milhões de pessoas. Já o município com o menor eleitorado é Araguainha, em Mato Grosso, com 1.001 eleitores. Também fica em Mato Grosso o município de Boa Esperança do Norte, que realizará eleições para escolher prefeito e vereadores pela primeira vez.

Gênero e pessoas com deficiência

A maioria do eleitorado é formada por mulheres, que representam 52,49% do total, somando 77,6 milhões. Os homens somam 70,2 milhões de eleitores, sendo 47,48% do total. De acordo com o ministro Barroso, esses dados justificam e legitimam as ações adotadas tanto pelo Congresso Nacional quanto pelo TSE e pelo Supremo Tribunal Federal de reserva de vagas e de orçamento para candidaturas femininas.

Desde 2018, a Justiça Eleitoral passou a permitir o uso do nome social no título de eleitor e, nestas eleições, 9.985 pessoas usarão esse direito no documento.

Entre os eleitores com algum grau de deficiência, houve aumento de 93,58% no alistamento para participar do pleito. Enquanto em 2016 os eleitores com deficiência eram 598, 3 mil, neste ano, 1,1 milhão declararam necessitar de algum tipo de atendimento especial. A avaliação de Barroso é que não houve aumento de pessoas com deficiência, mas sim um maior o número de pessoas que se autodeclararam com essa característica.

Grau de instrução e faixa etária

De acordo com o presidente do TSE, os dados sobre faixa etária comprovam um certo envelhecimento da população brasileira. E, em relação ao grau de instrução, mostram os problemas quando identificam uma grande número de pessoas com ensino fundamental e médio incompletos e um número insuficiente de pessoas com ensino superior. “É um quadro que fornece uma boa fotografia da educação no Brasil e um bom ponto de partida para muitas reflexões das dificuldades em matéria de educação”, disse.

No Brasil, o voto é obrigatório para pessoas entre 18 e 69 anos e facultativo a partir dos 16 anos e acima dos 70 anos. Existem 133,3 milhões de eleitores com voto obrigatório e outros 14,4 milhões cujo voto é facultativo. Entre os eleitores com voto obrigatório, a maior parte está na faixa etária de 35 a 59 anos, sendo 67 milhões no total. Já os eleitores jovens, na faixa etária de 18 a 24 anos, somam 19 milhões de cidadãos.

Entre o eleitorado com voto facultativo, existem 65, 5 mil idosos com mais de 100 anos que estão com as obrigações eleitorais em dia e poderão ir às urnas em novembro.

Sobre o grau de instrução, as estatísticas do TSE mostram que 6,5 milhões de eleitores são analfabetos; 11,5 milhões apenas leem e escrevem; 35,7 milhões têm o ensino fundamental incompleto; 9,8 milhões, o fundamental completo; 22,9 milhões, ensino médio incompleto; 37,6 milhões, o médio completo; 7,7 milhões, ensino superior incompleto; e 15,8 milhões não completaram a graduação.

Com informações do Diário do Nordeste.

Prefeitura de Acopiara realiza distribuição de 45 mil máscaras para a população

A Prefeitura de Acopiara através da secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social está realizando a distribuição de 45 mil máscaras de proteção individual em tecido doadas pelo Governo do Estado através da secretaria da Proteção Social –SPS.

A distribuição está sendo feita nos equipamentos sociais do município como CRAS, CREAS, Programa Bolsa Família e também junto aos públicos das secretarias municipais, trabalhadores da limpeza pública e ainda em locais com grande fluxo de pessoas como bancos e casas lotéricas.

Além da distribuição, orientadores sociais da STDS estão realizando a conscientização sobre a importância do uso rotineiro e correto deste item de proteção.

Eleições 2020: Acopiara tem mais de 38 mil eleitores; veja a estatística de todos os municípios do Brasil

Dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que 147.918.483 eleitores brasileiros estão aptos a votar nas Eleições 2020. O número oficial de eleitores foi anunciado na manhã desta quarta-feira (5), pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, durante entrevista coletiva.

Os números mostram que houve uma evolução de 2,66% do eleitorado em relação às últimas eleições municipais (2016), quando 144.088.912 pessoas estavam aptas a exercer o direito de escolher seus representantes políticos.

Esses eleitores vão eleger novos prefeitos e vereadores em 5.569 municípios espalhados pelo país no pleito marcado para o dia 15 de novembro. No Ceará, estão aptos a votarem 6.567.760 eleitores.

No Ceará, Acopiara conta com 38.699 eleitores. Para conferir a relação completa de todas as cidades do Brasil, CLIQUE AQUI.