sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ceará tem mais de 325 mil inscritos no Enem 2020, aponta Inep

Conforme balanço divulgado nessa última terça-feira (23), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Ceará tem 325.706 inscritos confirmados na edição de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Estado é o 2º do Nordeste com mais inscrições, superado apenas pela Bahia com 446.978. Em todo o Brasil, o Ceará ficou em 6º.

O número teve um aumento de 10,4% com relação ao ano passado, quando foram registradas 294.992 inscrições, mesmo com as dificuldades enfrentadas pelos estudantes que se preparam para o teste ocasionadas pelo ensino à distância, consequência da pandemia do novo coronavírus. 

“Esse aumento vem acontecendo a cada ano, a gente vem percebendo essa tendência. Acho que tem muito a ver com o trabalho que é feito de apoio aos alunos para verem o Enem como uma oportunidade de acesso à universidade”, pontua Rogeres Mendes, secretário executivo de Ensino Médio e Profissional da Secretaria de Educação do Ceará (Seduc). 

De acordo com Rogeres, há uma total ciência sobre as desigualdades impostas pelo período. Ele destaca a importância da complementaridade do ensino. “Quem se prepara para um exame complexo como o Enem, além do suporte dado pelas escolas, também precisam ter uma rotina de estudos à parte”.

Os dados do Inep mostram ainda que aproximadamente 1% dos 325.706 optou pela modalidade da prova digital, ou seja, 3.112, novidade deste ano no Estado. Para o secretário executivo, esse valor pode referenciar o receio ainda com o novo modelo. 

“É um caráter experimental, inclusive o número de vagas divulgado pelo edital foi muito pequeno, as pessoas acabam tendo muito receio por ainda não confiar nessa versão. Mas, creio que se a experiência funcionar, será um exame mais eficiente, que possibilitará avaliação de outras capacidades intelectuais”, ressalta. 

Já em todo o Brasil, a quantidade de inscritos chega a 5.783.357, o que representa um aumento de 13,5% em relação ao ano passado, edição que registrou o menor número desde 2010. Desse quantitativo, os que optaram pela modalidade online foram 96.086 e impresso 5.687.271. 

O exame, no entanto, ainda não tem data para ocorrer por conta da pandemia. Em consulta por meio do site disponível até o dia 30 de junho, os participantes podem escolher entre as opções: Enem impresso: 6 e 13 de dezembro de 2020/Enem Digital: 10 e 17 de janeiro de 2021, Enem impresso: 10 e 17 de janeiro de 2021/Enem Digital: 24 e 31 de janeiro de 2021 e Enem impresso: 2 e 9 de maio de 2021/Enem Digital: 16 e 23 de maio de 2021. 

Perfil dos inscritos

O balanço também aponta que mais da metade dos participantes confirmados em todo o Brasil tem até 20 anos de idade e as mulheres seguem como maioria, sendo mais de 60% do total de inscritos. 

A novidade desta edição é a modalidade digital da prova e o Inep registrou a inscrição de 182 pessoas com 60 anos ou mais que optaram pelo modelo dos 12.982 inscritos no total dessa faixa etária.

Com informações do Diário do Nordeste.