sexta-feira, 3 de abril de 2020

Assessoria de Wesley Safadão nega que o cantor vá se filiar ao PSD; Partido mantém versão

Em meio às negociações no fim do prazo para filiações partidárias com vistas às eleições de outubro, o presidente do PSD no Ceará, ex-vice-governador Domingos Filho, informou ao Diário do Nordeste, que o cantor Wesley Safadão, a mãe dele, Dona Bill, e o irmão Edinho, se filiaram ao partido de olho na disputa eleitoral. A assessoria de comunicação do cantor, entretanto, nega que ele vá entrar para a política.

Em conversa com a reportagem do Diário do Nordeste, por meio do whatsapp, o ex-vice-governador disse o seguinte: "Wesley Safadão transferiu o título de Aracoiaba para Fortaleza e vai ser candidato a vereador para fortalecer o partido e a base de Dona Bill para 2022 à Câmara Federal". 

A assessoria do cantor, entretanto, reitera que ele não pretende entrar na política. Após a negativa, o Diário do Nordeste procurou novamente o presidente do partido, que confirmou a tratativa com a família do cantor. Segundo ele, a articulação foi tocada pela mãe do cantor e por um advogado da família.

Diante do impasse, a reportagem solicitou ao partido documentações que comprovassem as tratativas. O Diário do Nordeste aguarda novo posicionamento da agremiação.

Com informações do Diário do Nordeste.