quinta-feira, 11 de junho de 2020

Números do coronavirus dispararam e Várzea Alegre intensifica medidas restritivas

Foto Leandro Correia
A gestão municipal de Várzea Alegre decidiu adotar medidas restritivas de circulação de pessoas no centro comercial até a próxima semana por causa do aumento no número de casos da Covid-19.

Nesta última quarta-feira (10), o Município registrou 167 casos confirmados da doença e quatro mortes. O secretário de Saúde, Ivo Leal, pontuou que serão intensificadas as ações educativas com intuito de garantir a proteção da população e também intensificará as barreiras sanitárias. “A nossa preocupação é com os bairros onde os casos vêm crescendo”, frisou.

Na próxima terça-feira (16), haverá uma nova reunião do gabinete de crise para tomar decisão em relação a reabertura de algumas ruas e do comércio local. “Nós sabemos que a economia está prejudicada, mas também temos de ver que é uma questão de saúde pública e precisamos ver que a proteção das famílias é mais importante”, disse Leal.

Estratégia regional 

Em reunião com a presença do secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto), do presidente de Aprece, Nilson Diniz, e de mais 30 prefeitos das regiões Cariri, Centro-Sul e Vale do Salgado, foram avaliados os crescentes números de contágio da população pelo novo coronavírus, com aumento dos casos de mortes pela Covid-19.

“A gente trouxe essa pauta do crescimento dos casos do novo coronavírus em todos os municípios da região, é uma curva crescente de casos positivos e de óbitos”, pontuou Zé Hélder, prefeito de Várzea Alegre. “Defendemos uma estratégia regional de combate e prevenção ao novo coronavírus”.

O secretário da saúde do Estado, Dr. Cabeto, avaliou que a realidade de infecção de contágio em maior escala no Centro-Sul e Sul do Ceará apresenta tendência de aumento para os próximos dias.

“Todas as cidades da macrorregião têm suas características muito similares. A minha sugestão é a realização de uma reunião posterior para a tomada de decisões coletivas em nome de toda a região”, defendeu Zé Hélder.

Para o prefeito está muito claro que a medida para combater a expansão da doença é o isolamento social. “A preocupação maior é com os idosos. Eu tenho repetido isso insistentemente. Para quem tem morbidade e para quem faz parte do grupo de risco, a medida mais eficiente é o isolamento social”, ressaltou Zé Hélder.

Com informações do Diário do Nordeste.