segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Chove em mais de 100 municípios do Ceará nesta segunda-feira

O Ceará registrou chuvas em pelo menos 105 municípios entre as 7 horas de domingo e as 7 horas desta segunda-feira (17), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Conforme o balanço do órgão, atualizado às 11h20, as precipitações atingiram todas as regiões do Estado. A maior chuva foi verificada no município de Moraújo, na Região do Litoral Norte, com 108 milímetros (mm). Alcântaras e Granja, cidades localizadas na mesma região, registraram a segunda e terceira maior precipitação, com chuvas de 103 mm e 83 mm, respectivamente.

Em Barro, no Cariri, foram 78,2 mm e em Barreira, no Maciço de Baturité, 73 mm. Completam a lista de cidades com maiores acumulados Irauçuba (71 mm), Meruoca (65 mm), Itaiçaba (57,4 mm), Quixeré (50 mm) e Jaguaruana (50 mm).

No Litoral de Fortaleza, Cascavel concentrou o maior volume de chuvas no período, com 49 mm, seguida de Horizonte, com 47 mm. No Norte do Estado, mais precisamente em Massapê, um carro chegou a ser arrastado pela força das águas. Na capital, uma intensa chuva causou alagamentos e congestionamentos por toda a cidade.

Previsão

Segundo a Funceme, as chuvas ocorrem devido à atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é o principal sistema indutor de chuva no norte do Nordeste no período de fevereiro a maio.

Para esta segunda-feira, o órgão ainda prevê nebulosidade variável com eventos de chuva predominando em todas as regiões do Estado.

Com informações do G1 Ceará

Morre em Fortaleza o apresentador de TV Tadeu Nascimento

O radialista e apresentador de TV Tadeu Nascimento morreu, na manhã desta segunda-feira (17), em Fortaleza. Tadeu teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) enquanto dirigia, em novembro de 2019. Ele estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Hospital Instituto Doutor José Frota, no Centro de Fortaleza. A informação da morte do apresentador foi confirmada pelo hospital. 

De acordo com uma amiga do apresentador, Tadeu faleceu por volta de 5h20, após quase três meses de internação. Segundo ela, além de complicações em decorrência do AVC, Tadeu ainda teria contraído uma bactéria. Ele não vinha respondendo bem ao tratamento e seu quadro de saúde piorou, aos poucos.

Tadeu Nascimento esteve à frente de programas como Barra Pesada, na TV Jangadeiro, e o Rota 22, na TV Diário. Ele apresentava um telejornal na TV Metrópole, em Caucaia. Tadeu Nascimento deixa sete filhos. 

Acidente

Segundo a Guarda Municipal de Fortaleza, primeira equipe a chegar ao local do acidente, Tadeu Nascimento dirigia, sozinho, por volta das 8h20 na Avenida Costa e Silva, sentido Bairro José Walter/Messejana, quando bateu na traseira de uma carreta estacionada. Com o impacto, ele perdeu o controle do veículo, que ainda colidiu na lateral de um ônibus.

Com informações do Diário do Nordeste.

Comunicado da STtrans de Acopiara

Violência deixa 42 mortos em acidentes de trânsito e assassinatos no Ceará no fim de semana

Quarenta e duas pessoas tiveram morte violenta no estado do Ceará no fim de semana que antecede o “feriadão” do Carnaval. O balanço parcial mostra que entre sexta-feira (14), e a madrugada desta segunda-feira (17), foram registrados no estado 31 homicídios e 11 mortes em acidentes de trânsito. Somente no Interior, 18 pessoas foram assassinadas.

Os assassinatos na Capital ocorreram nos bairros Centro, Jardim América, Vila Velha e Genibaú, onde, neste último, ocorreu um duplo homicídio na madrugada de domingo (16), no cruzamento das ruas Tailândia e Boa Esperança. Dois homens foram fuzilados por ocupantes de uma motocicleta, sendo identificados como João Ricardo Pereira Gomes, 41 anos; e Jéfferson Rodrigues dos Santos, 30.

Na noite de sábado (15), um homem foi morto, a tiros, no Centro de Fortaleza. O crime de morte ocorreu no cruzamento das ruas Agapito dos Santos e Guilherme Rocha, próximo à sede antiga da Procuradoria da República.

Já na noite deste domingo (16), por volta das 22 horas, um jovem identificado como Lucas Santos Lima, 22 anos, foi executado, a tiros, na esquina da Rua Viçosa com a Avenida Borges de Melo, no bairro Jardim América.

Grande Fortaleza

Oito pessoas foram mortas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), nos seguintes Municípios: Eusébio (2), Caucaia (2), Pacajus (duplo homicídio), Pacatuba e Horizonte.

Entre as vítimas dos homicídios na RM estão quatro mulheres. Duas foram assassinadas no Eusébio e outras duas em Caucaia.

Uma mulher, identificada como Francisca Geraldina da Silva do Prado, 20 anos, foi assassinada, a tiros, na Reserva dos Tapebas, no Distrito de Capuã, em Caucaia, na madrugada de sábado último. Ela estava dentro de casa, quando foi surpreendida por dois invasores, obrigada a ficar de joelhos e, em seguida, executada com tiros na cabeça.

Na comunidade de Capoeiras, Distrito de Sítios Novos, outra mulher, identificada por Conceição da Costa, foi morta a tiros também dentro de casa. Ela era ex-presidiária e havia saído recentemente da cadeia, usando uma tornozeleira eletrônica.

No Eusébio, a Polícia investiga o assassinato de duas mulheres. Na sexta-feira (14) foi encontrado o corpo da babá Angélica Nogueira dos Santos, 24 anos, que estava desaparecida há quatro dias. O cadáver já estava em estado de decomposição. Há suspeitas de que ela tenha sido raptada e morta quando seguia para o trabalho na manhã de segunda (dia 10).

Ainda na noite de sexta-feira (14), um homem armado invadiu um bar no Centro do Eusébio e matou a tiros uma mulher. No local do crime, situado no quilômetro 11 da rodovia estadual CE-040, funciona também um prostíbulo. A vítima, não identificada, ainda foi socorrida para a UPA do Eusébio, mas não resistiu.

Interior do estado

Dezoito pessoas foram mortas no interior do Ceará neste fim de semana. Veja a lista das vítimas dos homicídios:

1 (15/02) – Sexo masculino/identificado apenas por Maciel (bala) – Centro/Sede (CEDRO)

2 (15/02) – Yuri Pereira da Silva, 20 (bala) – Bairro Vila Lobo (CRATO)

3 (15/02) – Vítima não identificada/masculino (bala) – Distrito de Serragem (OCARA)

4 (15/02) – Pedro Pinheiro Neto, 48 (facadas) – Bairro Tiradentes (JUAZEIRO DO NORTE)

5 (15/02) – Matheus de Sousa dos Santos, 20 (bala) – Balneário (FORQUILHA)

6 (15/02) – João Marcos Sousa Soares, 18 (bala) – Bairro Nova Caiçara (SOBRAL)

7 (15/02) – João Henrique (bala) – Sede (QUIXERÉ)

8 (15/02) – Vítima não identificada/masculino (bala) – Rodovia CE-176 (ANTONINA DO NORTE)

9(15/02) – Vítima não identificada/masculino (bala) – Centro/Sede (JAGUARUANA)

10 (16/02) – Carlos Eduardo da Silva Pereira, 18 (bala) – Bairro Vila Lobo (CRATO)

11 (16/02) – Rafael Gomes da Silva, 26 (bala) – Bairro Vila Lobo (CRATO)

12 (16/02) – Vítima não identificada/masculino (bala) – (MORADA NOVA)

13 (16/02) – Identificado apenas por Genildo (bala) – Sítio Cabeça Preta (LIMOEIRO DO NORTE)

14 (16/02) – Identificado por Mickael, 26 (bala) – Localidade Salgadinho 1 (ICAPUÍ)

15 (16/02) – Francisco Romário Pereira da Silva, 26 (faca) – Bairro Venâncios (CRATEÚS)

16 (16/02) – Mardônio da Silva (bala) – Sede (FORQUILHA)

17 (16/02) – Vítima não identificada/feminino (bala) – (CRATO)

18 (16/02) - Eduardo da Silva Braga, 25 (bala) - Bairro Subestação (TIANGUÁ)

Com informações do Blog do Fernando Ribeiro.

Tragédia: Criança de aproximadamente 2 anos morre afogada em um tanque no município de Milhã

Uma tragédia chocou os moradores do município de Milhã no Sertão Central Central cearense, após uma criança de aproximadamente 2 anos de idade morrer afogada em um tanque na manhã de domingo (16).

Segundo informações da Polícia Militar, o fato aconteceu por volta de 10h15min, quando a criança identificada apenas pelo nome de Israel saiu para brincar e quando seus pais sentiram sua falta, passaram a lhe procurar, encontrando a criança já sem vida dentro de um tanque de aproximadamente 1 metro de profundidade.

O corpo de Israel foi encaminhado ao hospital local e logo em seguida conduzido ao IML para realização dos devidos procedimentos. Os pais da criança foram conduzidos a delegacia para serem ouvidos pelo delegado plantonista.

Com informações do Monólitos Post.

Sine oferta 976 vagas de trabalho esta semana

O Sine/IDT está oferecendo 976 vagas de emprego esta semana em todo o Estado. As oportunidades incluem cargos destinados a Pessoas com Deficiência (PCD).

Fortaleza é o município com o maior número de ofertas, com 358 vagas, sendo 31 reservadas para PCD. Entre os cargos em destaque, há o de operador de teleatendimento ativo, com 110 vagas, frentista e com vendedor pracista, ambos com 20 vagas, além de 10 vagas para agente de vendas e serviços e outras 10 para representante comercial autônomo.

Também apresentaram concentração de oportunidades os municípios de Aracati (159 vagas), Quixadá (92 vagas), Pecém (91 vagas), Maracanaú (82 vagas) e Limoeiro do Norte (44 vagas).

O gerente da Unidade do Centro, Jidlafe Rodrigues, lembra que currículo tem validade e precisa ser atualizado pelo menos a cada seis meses. "Normalmente, a validade de um currículo é de apenas seis meses, porque espera-se que depois de seis meses alguma coisa tenha mudado, que você tenha tido outra experiência, feito outro curso", afirma.

Ele ainda ressalta que as empresas de consultoria de recursos humanos e até mesmo o Sine/IDT, bem qualquer outra empresa que receba currículos, costumam descartar esse documento depois de seis meses de arquivado.

Com informações do Diário do Nordeste.

Fortaleza tem forte chuva com raios e trovões na manhã desta segunda-feira; previsão é de precipitações em todo Ceará

Fortaleza amanheceu sob uma forte chuva nesta segunda-feira (17). Por causa das precipitações, houve vários registros de alagamentos em ruas e avenidas da capital. Na Avenida Alberto Craveiro, próximo às obras de alargamento do viaduto sobre a BR-116, realizado prefeitura, os motoristas tiveram dificuldades em transitar pelo local. Um caminhão bateu em um automóvel e o trânsito ficou ainda mais congestionado. 

Houve pontos de alagamentos na Avenida Raul Barbosa, no Bairro Aerolândia; Avenida Heráclito Graça, no Centro da capital; Avenida José Bastos; Avenida Historiador Raimundo Girão com Rua Ildefonso Albano; Avenida Presidente Costa e Silva; no Bairro José Walter e na Avenida Jornalista Tomaz Coelho, no Bairro Messejana. 

O trânsito de veículos também ficou complicado na rodovia BR-116, no sentido Messejana-Centro. Houve ainda registros de congestionamentos na Avenida Rogaciano Leite, na Avenida Pontes Vieira e na Avenida 13 de Maio. 

A chuva também afetou o funcionamento de alguns semáforos. O sinal localizado no cruzamento da Avenida Dom Manuel com a Rua Pinto Madeira, por exemplo, ficou sem funcionar. 

Previsão para Fortaleza 

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão do tempo para Fortaleza para os próximos dias é de céu encoberto com pancadas de chuva na manhã desta segunda-feira. Para a tarde, deve haver céu nublado a encoberto e, à noite, nublado com possibilidade de chuva em áreas isoladas. 

O órgão também alertou, neste último domingo (16), sobre ocorrência de chuvas intensas em todo o Ceará. O aviso de “potencial perigo” vale até as 9h desta segunda. O alerta de precipitações é para as regiões Sul e Cariri cearense, além das regiões Norte, Noroeste, Centro-Sul e Grande Fortaleza. Ainda segundo o Inmet, há previsão para chuvas entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm. 

O Inmet também divulgou as seguintes instruções: 

Evite enfrentar o mau tempo. 

Observe alteração nas encostas. 

Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada. 

Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193). 

Chuvas em todo o estado 

A semana começa com previsão de chuva em todas as macrorregiões do Ceará, principalmente na faixa litorânea, no Maciço de Baturité, na Ibiapaba e no Cariri. Nestas áreas, a tendência é que mais de 50% do território recebe registros de precipitações, conforme análise das condições de tempo e simulação de modelos numéricos realizados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). 

Nesta segunda, além de acumulados mais significativos nas áreas citadas, as demais estão sob condições de precipitações isoladas. A Funceme aponta que a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) segue próximo ao norte do Nordeste, proporcionando cenário favorável para as regiões indicadas. 

Com informações do G1 Ceará.

Morre jornalista Tadeu Nascimento

O radialista Tadeu Nascimento faleceu na manhã desta segunda-feira (17), em Fortaleza, aos 74 anos. O também apresentador de programa televisão havia sofrido um acidente de carro no dia 22 de novembro do ano passado. 

Desde então, o jornalista estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Instituto Dr. José Frota (IJF), na Capital cearense.

Tadeu Nascimento trabalhou em vários prefixos de rádio até se identificar como o primeiro apresentador do Barra Pesada, da TV Jangadeiro, passou por TV Diário e Metrópole.

Dupla em moto mata a tiros jovem de 22 anos na Avenida Borges de Melo, em Fortaleza

Dois homens em uma motocicleta assassinaram a tiros um jovem de 22 anos, no cruzamento da Avenida Borges de Melo com a Rua Viçosa, no Bairro Jardim América, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, o crime foi registrado na noite de domingo (17), por volta de 22 horas.

Segundo a polícia, Lucas Santos Lima foi abordado pela dupla, que efetuou vários tiros. Lucas foi atingido principalmente na região da cabeça. Ele morreu no local. Policias encontraram cápsulas de pistola 380 pelo chão.

Familiares da vítima afirmaram à polícia que ele não tinha envolvimento com crimes e não tinha recebido ameaças. Testemunhas relataram para os policiais que a dupla estava suja de goma e parecia ter participado de uma festa de pré-carnaval. A polícia descobriu que, próximo ao local do crime, havia acontecido uma festa carnavalesca. Os agentes não souberam informar se a vítima estava na festa.

O Departamento de Homicídios vai investigar o caso.

Com informações do Diário do Nordeste.

Prefeitos de 171 cidades aderem ao Garantia-Safra 2019/20 nesta segunda-feira (17)

A maioria dos municípios cearenses aderiu ao Garantia-Safra 2019/2020, ação voltada aos agricultores familiares sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas. Ao todo, 125.018 agricultores familiares cearenses, dos 171 municípios contemplados, participarão da nova edição do programa, que exige o pagamento de uma taxa de R$ 17 por parte do agricultor no ato de adesão.

Para o titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), De Assis Diniz, o recurso traz tranquilidade ao agricultor, principalmente a partir de agosto. “Como nós estamos falando da Safra de 2020, é a partir do segundo semestre que vamos ter a análise dos laudos técnicos preenchidos para saber se tivemos perda de 50% da safra ou enchente que ocasionou a perda de produção”, detalha o secretário.

A análise é realizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Apesar de ressaltar a expectativa com uma boa quadra chuvosa (fevereiro a março), o representante da SDA avalia que algumas regiões requerem maior atenção.

“Historicamente, nós temos os municípios das regiões de Crateús, Inhamuns e Sertão Central com irregularidade das chuvas, que fazem com que tenhamos perdas regionalizadas. Isso leva a necessidade de autorização do Seguro”, pontua. 

Exigências

O programa exige que os agricultores e seus respectivos municípios com interesse em aderir ao Fundo estejam nas áreas de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) ou atendam requisitos básicos de perda de safra. Na manhã desta segunda-feira (17), os representantes municipais assinaram o Termo de Adesão em cerimônia que aconteceu no Palácio da Abolição, em Fortaleza.

Neste cenário, o programa funciona junto a quatro entes: o agricultor familiar e os governos municipal, estadual e federal, que participam com suas contribuições proporcionais. O agricultor paga um boleto de R$ 17, enquanto o Estado é responsável por R$ 51, por agricultor que resolveu aderir. Os órgãos estadual e federal entram com a maior parcela - R$ 102 e R$ 304, respectivamente. 

Ceará

O Garantia-Safra irá garantir o pagamento de R$ 63.759.180 para execução no Estado. Destes, R$ 12.751.836 foram investidos pelo Governo do Ceará. O benefício, no valor de R$ 850, pago em cinco parcelas de R$ 170, é concedido aos agricultores que sofreram perda de safra acima de 50%. O recurso pode ser sacado em agências da Caixa Econômica Federal ou em casas lotéricas.

Segundo o último balanço do programa, Dos 468.110 agricultores brasileiros aptos a participarem do Garantia-Safra, mais de 121 mil (26%) são cearenses. Proporcionalmente, o Estado lidera o ranking de adesões. Em números totais, no entanto, os baianos encabeçam a lista, já que possuem maior número de municípios (417 contra 184 no Ceará).

Programa

O Garantia-Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que tem o objetivo de “garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de Municípios sistematicamente sujeitos a perda de safra por razão do fenômeno da estiagem ou excesso hídrico”, pontua o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Criado em 10 de abril de 2002, o Fundo, inicialmente, atendia os agricultores da região Nordeste do Brasil e Norte do Estado de Minas Gerais. Porém, em 2012, foi autorizado outros Municípios, fora da área de abrangência da Sudene, a participarem do Programa, desde que atendam todas as exigências de adesão. 

Exigências:

1. Possuir Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) ativa; 

2. Possuir renda familiar mensal de, no máximo, 1,5 (um e meio) salário mínimo;

3. Plantar entre 0,6 a 5,0 hectares de feijão, milho, arroz, algodão e/ou mandioca.

Quando o Fundo é liberado:

1. Quando for decretada situação de emergência ou de calamidade pública por parte do Município. A situação precisa ser reconhecida pela Secretaria de Defesa Civil do Governo Federal;

2. Quando for constatada perda de, pelo menos, 50% do plantio;

3. O agricultor será chamado para preencher um documento declaratório de perda da produção agrícola e poderá sacar o benefício;

Com informações do Diário do Nordeste.

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Acidente entre carro e moto mata duas pessoas e deixa um ferido, na CE-505, em Aracati

Um homem e uma mulher morreram em um acidente envolvendo um carro de passeio e uma motocicleta, na madrugada deste domingo (16), na CE-505, em Aracati, litoral leste do Ceará.

De acordo com testemunhas, o veículo vinha trafegando na contramão da rodovia quando colidiu de frente com a motocicleta. Os ocupantes da moto teriam sido arremessados para a margem da pista. 

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a colisão frontal aconteceu no Km 3 da CE-505 por volta de meia-noite e meia. O trecho é de faixa contínua e não permite ultrapassagem. A mulher e o homem, que não tiveram os nomes divulgados, morreram no local.

O motorista do carro foi socorrido inicialmente para a Unidade de Pronto Atendimento de Aracati e, devido à gravidade dos ferimentos, teve que ser transferido para o IJF, no Centro de Fortaleza. O hospital não informou o estado de saúde do paciente.

Com informações do Diário do Nordeste.

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar.

Com informações do Cnews.

Em Iguatu, Jiboia é capturada por Bombeiros próximo a galinheiro

Uma cobra da espécia jiboia foi capturada pelo Corpo de Bombeiros de Iguatu, na região Centro-Sul cearense. 

O animal estava no sítio Gadelha e mede cerca de dois metros e meio. De acordo com os bombeiros, a cobra estava em cima de um pé de oiticica e observava um galinheiro ao lado, no quintal da casa.

A dona da casa chamou os bombeiros, que fizeram a apreensão e devolveram a cobra ao espaço de mata nativa, próximo à cidade de Iguatu.

A expansão de moradores na zona rural, em áreas que antes eram de mata nativa, contribui para que os animais se aproximem das casas em busca de alimentação.

Com informações do Diário do Nordeste.

Colisão entre moto e carreta deixa motociclista morto em Icó

Um grave acidente ocorreu na BR 116, no KM 375, em uma rotatória que dá acesso à cidade de Icó, neste último sábado (15), por volta de 23h30. O acidente envolveu uma carreta e uma moto.

De acordo com a Polícia, o condutor da motocicleta, Gilson Pinheiro Firmino, 29 anos, que morava na localidade de Baixa do Sítio, distrito de Lima Campos, teria invadido a preferencial da rodovia federal indo de encontro à carreta, ocorrendo a colisão frontal. 

Gilson Pinheiro teve morte imediata. O motorista da carreta, que não teve o nome divulgado, residente em Itatim, na Bahia, permaneceu no local até a chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em seguida, foi conduzido à delegacia regional de polícia civil de Icó, onde prestou depoimento e foi liberado.

A carreta vinha de Fortaleza em direção à cidade de Feira de Santana, na Bahia, transportando tecidos, calçados e fogões.

O corpo de Gilson Pinheiro foi encaminhado de Icó para ser necropsiado no IML de Iguatu. O motociclista não usava capacete. 

Com colaboração de Richard Lopes e Gustavo Veras.

Preço da gasolina no Ceará fica estável no último mês

O preço da gasolina no Ceará se manteve estável nas últimas quatro semanas, segundo o levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Entre os dias 9 e 15 deste mês, o litro do combustível estava sendo vendido a R$ 4,689 - cerca de 0,1% a menos que entre os dias 19 e 25 de janeiro (R$ 4,694).

Na última semana, o menor valor para a gasolina observado no Estado foi de R$ 4,599, enquanto o preço máximo chegou a R$ 4,99, diferença de 8,5%.

Entre os municípios cearenses monitorados, Crateús foi o que apresentou a gasolina mais caro, com preço médio do litro chegando a R$ 4,903. Dentro da própria cidade, o combustível foi vendido dentro da faixa de R$ 4,69 (mínimo) a R$ 4,99 (máximo).

Em contrapartida, Maracanaú vendeu a gasolina mais barata do Estado, com valor médio de R$ 4,672, com mínima de R$ 4,65 e máxima de R$ 4,69.

Em Fortaleza, o litro da gasolina chegou a média de R$ 4,676. O preço máximo foi observado no Parque Santa Maria, a R$ 4,89. Já o mais barato da Capital foi registrado no Jangurussu (R$ 4,599).

Com informações do Diário do Nordeste.

Capotamento de veiculo deixa três pessoas feridas em Acopiara

Um acidente de trânsito registrado no inicio da manhã deste domingo (16), deixou duas pessoas feridas em Acopiara.

Um veiculo Peugeot 207 HB, de cor prata, com placas de Iguatu, capotou em um trecho da Rodovia CE-060, proximidades de um Balneário, na localidade de Bom Lugar, zona rural do município.

O veiculo estava sendo conduzido por José Robério de Macedo, residente em Iguatu, ele estava na companhia do passageiro Antônio Cavalcante Teixeira, natural de Acopiara. Os dois foram socorridos ao Hospital Regional de Iguatu sem ferimentos graves.

Uma terceira pessoa que estava no carro e não teve o nome divulgado, foi socorrida ao Hospital de Acopiara, com ferimentos leves.

A Policia Rodoviário Estadual esteve no local adotando as medidas cabíveis.

Esporte Espetacular vai ao Distrito de Flamengo, em Saboeiro, e conta história dos flamenguenses

No sertão do Ceará, a quase 500 quilômetros de Fortaleza, um distrito do município de Saboeiro recebeu o nome de Flamengo: um lugar onde a pobreza e a seca são presentes, mas que também é rica em histórias de vida e amizade. As pessoas que nascem por ali são flamenguenses, mas a maior parte da população de Flamengo é mesmo flamenguista.

O local que começou como um sítio, hoje tem 3500 habitantes e não recebe chuva desde maio de 2019. O site Verminosos por Futebol acompanhou a final da Taça Libertadores no local e vai lançar o documentário “Aqui é Flamengo” no mês que vem.

– Na medida que foram acontecendo as vitórias do Flamengo na competição, a gente foi ganhando aquela expectativa, fomos acreditando mais. Então quando você chega na final vitorioso é muito bom, porque você conseguiu levar aquele grito até o momento da explosão, que é ser campeão. Pouquíssimas pessoas lá no Rio imaginam que existe um local no Brasil, uma comunidade chamada Flamengo. E a gente foi lembrado exatamente no momento de glória do Clube de Regatas do Flamengo – disse o professor José Mozer Viana, que ganhou o apelido que virou nome graças a semelhança com o zagueiro do Flamengo em 1981.

O seu Henrique Alves Neto, que é mais conhecido como Belo, é um dos moradores mais velhos de Flamengo. Com 28 netos e 14 bisnetos, o aposentado chegou ao local em 1943, quando tinha apenas 6 anos. Na época, existiam apenas 11 casas no distrito.
– A vida aqui é muito cansativa e nós estamos de “repiquete”. O cearense é duro de morrer: ele cria rugas na testa espiando para ver se vem a chuva e todo dia a gente amanhece vivo. O primeiro rádio chegou aqui na era de 50, 60. Era uma novidade como uma nuvem. Era rádio, só rádio. Depois que veio a televisão – lembra seu Henrique.

Até 2019, o distrito de Flamengo não recebia sinal de televisão. Por conta disso, a grande maioria das pessoas foi obrigada a comprar antenas parabólicas para suas casas. Essas antenas captavam os sinais de TV do Rio e de São Paulo e as transmissões de jogos eram dos clubes dessas duas cidades. Por isso, é muito difícil encontrar torcedores de times cearenses, mas fácil de achar dos clubes paulistas e cariocas.

– Quando eu morava aqui em Flamengo, eu torcia um pouquinho pelo Fluminense, mas não tava encaixado. Acho que a minha paixão estava ligada ao Corinthians mesmo. Quando eu fui trabalhar em São Paulo, a paixão ficou roxa mesmo: foi afetado o sangue na veia. Minha família era toda flamenguista – explicou Germano Alves, dono do bar e restaurante mais conhecido do distrito.

O futebol é uma paixão em Flamengo: na TV e na vida real. Dominguinhos da Silva traduz esse amor pelo Rubro-Negro na beira do campo, ele é dono e técnico do time do distrito. Eles usam as mesmas cores e o mesmo distinto do Flamengo. Mas o campo… Esse é bem diferente do Maracanã: de terra batida e com linhas bem tortas, ele recebe os amistosos e campeonatos do time multicampeão.
– Eu tenho esse time há mais de 15 anos. É difícil mexer com futebol quando a gente é pobre. Futebol é gostoso, o melhor esporte que existe. Mas as condições financeiras são complicadas: a gente tem que colocar dinheiro do nosso bolso pra jogar, porque não têm ajuda nenhuma. Eu trabalho na roça, longe daqui. Quando é final de semana, venho para o jogo, marco o campo, organizo as coisas… – afirma Dominguinhos.

O distrito é bem humilde: com casas simples e um clima bem de interior. Quando vamos para a zona rural, a pobreza fica mais evidente. Com o solo muito ressecado – a última vez que choveu no local foi em maio do ano passado -, as plantações muitas vezes não vingam e os animais morrem de sede. O acesso ao local é mais do que precário, com enormes buracos e muitas pedras na estrada de terra batida. Para ganhar dinheiro e melhorar as condições das famílias, muitos homens vão trabalhar como vendedores em outros estados.

– A fonte de renda aqui é precária. Então o jeito que a gente encontrou foi pegar a estrada e viajar para os estados vizinhos para trabalhar. Uns chamam de camelô, de crediário e até de mascate. Esse é o meio que 80% da população vive por aqui – explicou Silas Braga.

Na final da Taça Libertadores 2019, quando o Flamengo derrotou o River Plate de virada e conquistou o bicampeonato, o jornalista Rafael Luis Azevedo e a publicitária Larissa Cavalcante acompanharam o jogo no distrito. Testemunharam a tensão e a emoção dos torcedores – e secadores – e produziram um documentário sobre o local, que será lançado em março deste ano.

– Tanto faz nascer no Ceará ou no Rio, eles são tão flamenguistas quanto quem nasceu perto da Gávea. Eles têm uma relação com o time mais genuína do que as pessoas que moram nas capitais – falou Rafael.

– Quando o Flamengo foi campeão da Libertadores, eu estava em Luzilândia, no Piaui. Estava lá assistindo ao jogo e foi uma emoção única, porque no título de 81 eu ainda não existia e eu fiquei aproximadamente uns 15 ou 20 dias doente da garganta, depois da final do ano passado – lembra Silas.

– Meu neto gosta de jogar bola e é Flamengo, quase todo mundo aqui é… O time eu não sei, mas a camisa é do Flamengo – finaliza seu Henrique. Assista a Reportagem abaixo:

Funceme registra chuvas em mais de 80 cidades do Ceará entre sábado e domingo

Mais de 80 municípios registraram chuvas no Ceará entre as 7h de sábado (15), e as 7h deste domingo (16), de acordo com o balanço parcial da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A cidade que obteve maior volume em 24 horas foi Quixeré, no Vale do Jaguaribe, com 135 milímetros. Choveu também nos municípos de Morada Nova (88 milímetros), Russas (82 milímetros) e Boa Viagem (80 milímetros). 

As chuvas também atingiram a Região Metropolitana. Fortaleza foi a cidade que mais recebeu precipitações com 44 milímetros, no Posto Pluviométrico de Messejana.

Previsão para os próximos dias

Domingo (16):

Predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada na região Jaguaribana. Nas demais regiões, eventos de chuva.

Segunda-feira (17):

Predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões com evento de chuva na faixa litorânea, no Maciço de Baturité, na Ibiapaba e no Cariri. Nas demais regiões, chuva isolada.

Terça-feira (18):

Nebulosidade variável com chuva isolada em todas as regiões.

10 maiores chuvas por posto no dia, conforme balano extraído às 10h10:

Quixeré (Posto: Lagoinha) : 135.0 mm

Quixeré (Posto: Quixere) : 91.2 mm

Morada Nova (Posto: Boa Agua) : 88.0 mm

Russas (Posto: Capim Grosso) : 82.0 mm

Russas (Posto: Sitio Timbauba Macore) : 80.6 mm

Boa Viagem (Posto: Ibuacu) : 80.0 mm

Saboeiro (Posto: Saboeiro) : 60.0 mm

Granja (Posto: Pessoa Anta) : 60.0 mm

Pedra Branca (Posto: Mineirolandia) : 60.0 mm

Iguatu (Posto: Bau) : 58.0 mm

Situação dos açudes

Os maiores açudes do Ceará, no entanto, seguem em situação crítica. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, tem apenas 2,45% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 4,78% do volume máximo.

Com informações do Diário do Nordeste

Homicídios em unidades prisionais do Ceará caem de 49 para três

O Estado do Ceará conseguiu reproduzir os dados positivos que foram vistos nas ruas durante o ano de 2019 também no Sistema Penitenciário. Assim como o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – que aglomeram dados de homicídios, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – reduziu, nos últimos dois anos, as mortes violentas ocorridas em unidades prisionais cearenses caíram abruptamente.

No ano passado, foram contabilizados três assassinatos em três presídios do Estado; os casos ocorreram em Fortaleza, Guaraciaba do Norte e Caridade. Em 2018, foram registrados 49 homicídios dolosos em espaços de privação de liberdade. Em números totais, a redução, em um ano, foi de 93,8% – o que ascende a questão para entender quais foram os motivos para tamanha diminuição. 

Fatores

Conforme o titular da Secretaria da Administração Penintenciária (SAP), Mauro Albuquerque, que assumiu a Pasta em janeiro do ano passado, a redução no número de mortes foi possibilitada por uma soma de diversos fatores.“A partir do momento que a gente controla as unidades prisionais, faz uma vigilância aproximada, procedimento, qualquer situação que aconteça, a gente intervém de imediato. Nós salvamos várias vidas nesse ano de 2019. O preso está sob tutela do Estado, e a gente tem que proteger a vida dele”, ressalta o secretário. 

A presença do Estado nos presídios, de acordo com Mauro Albuquerque, foi possibilitada graças a algumas políticas públicas aplicadas pela SAP. “É um conjunto de ações. As cadeias, às vezes, tinham apenas um agente para tomar conta. Se ele visse um matando o outro, o que ele ia fazer? Hoje, há vários agentes, houve o fechamento (das cadeias públicas do interior), a tirada dos celulares, cortando a comunicação imediata, causa um retardo geral nessa situação”, argumenta.

A advogada da Pastoral Carcerária do Ceará e ex-presidente do Conselho Penitenciário do Estado, Ruth Leite, contudo, considera a redução muito positiva, embora não tem certeza da veracidade das informações. “São números que a gente desconfia. Temos notícia de que muitos presos morreram em hospitais, supostamente por causas naturais, a gente tem denúncia por omissão de socorro. Está obscuro, e os números não estão falando no nosso entendimento”, avalia.

Políticas

De acordo com Ruth Leite, a razão para a diminuição dos assassinatos em presídios está em dois principais fatores: o fechamento das cadeias no interior e a contratação de agentes penitenciários pelo Governo do Estado. “Foram mais de 100 cadeias, então são mais de 100 oportunidades de morte. Só com isso, houve melhoria, pois a maioria das fugas e motins também ocorriam no interior, (assim como) a grande quantidade de mortes”.

O secretário da Administração Penitenciária afirma que, em decorrência do fechamento das cadeias interioranas, houve reagrupamento de 800 agentes, além dos mais de 600 chamados por meio de concurso público. “É uma força de trabalho de mais de 1.400 agentes, então, com isso distribuído, nós reforçamos a operação dentro das unidades prisionais”, aponta. Atualmente, de acordo com Mauro Albuquerque, há 14 cadeias ainda em funcionamento no Ceará.

Inconsistências

Dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, repassados pelo Governo do Estado sobre as mortes em presídios no ano de 2018, contudo, mostram números diferentes aos 49 casos registrados pela Secretaria da Segurança Pública. No sistema, há a marcação de 33 óbitos criminais, três óbitos naturais/por motivos de saúde, um por suicídio e 43 com causa desconhecida.
Até junho de 2019, havia sido contabilizado apenas um homicídio doloso no sistema penitenciário cearense, além de 13 óbitos naturais, quatro suicídios e cinco por razões desconhecidas.

Tortura

Apesar da redução nos números de mortes violentas no Ceará, a Pastoral Carcerária ainda recebe denúncias de tortura no Sistema Penitenciário, mesmo após o Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT), do Governo Federal ter constatado indícios do crime. 

“A gente recebe denúncias de tortura diariamente, só que 99% não têm coragem de formalizar a denúncia, de se identificar. Fica apenas na parte espiritual, a gente vai rezar, a gente vai ajudar, mas não pode agir. As que se dispuseram a formalizar, nós formalizamos”, narra Ruth Leite, ao pontuar que há, pelo menos, seis processos sobre o tema abertos.

Na visão da Pastoral, as torturas ocorrem por “decisão política da gestão”. “É um crime hediondo, mas os órgãos que estão responsáveis estão silenciosos, omissos”, acredita a advogada. Na visão do secretário Mauro Albuquerque, porém, há total respeito à dignidade humana e os casos denunciados são em razão de brigas entre os internos. 

“Eles usam um ou outro preso que se machucou durante o confronto como se fosse um ato contínuo e não é. O que eu mais despacho para a CGD (Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário) são denúncias e a gente apura o mais rápido possível para poder ser bem transparente. A CGD e o Ministério Público são responsáveis pelas investigações, e a gente tem dado suporte para isso ser esclarecido. Se houve desvio de função, vai ser apurado”. 

Com informações do Diário do Nordeste.

Seca fraca e moderada no litoral do Ceará sofrem redução em janeiro, aponta Monitor de Secas

A seca considerada fraca e moderada sofreram uma diminuição no mês de janeiro, segundo estudo realizado pelo Monitor de Secas. De acordo com o Monitor de Secas, as áreas sob seca grave (S2) não sofreram alterações. No entanto, de acordo com o estudo, continuam os impactos de curto prazo (C) no litoral, e de curto e longo prazo (CL) no restante do estado. 

O Ceará apresentou grande variabilidade espacial e temporal nas precipitações ao longo do mês de janeiro. No litoral, principalmente o Norte, ocorreram chuvas significativas, com valores variando de 150 a 200 mm. Já a região oeste (Serra da Ibiapaba) e sul (Cariri) apresentaram valores entre 100 e 150 mm. A região Centro-leste (Sertão Central e Vale do Jaguaribe) apresentaram totais pluviométricos inferiores a 100 mm, sendo estas as regiões onde predominaram os maiores desvios da média histórica no estado para o mês de janeiro. 

Tipos de seca 

A seca fraca, segundo o Monitor das Secas, ocasiona a diminuição do plantio e crescimento de pastagens. Os municípios pertencentes a esta faixa começam a apresentar déficits hídricos prolongados e o plantio quase não são recuperados. A seca moderada ocasiona perda de córregos, reservatórios ou poços com níveis baixos, algumas faltas de água em desenvolvimento.

A seca grave representa perda total das pastagens programadas, escassez de água e restrições de água impostas. E a seca extrema gera grandes perdas das pastagens e a escassez de água é generaliza. E a seca excepcional, gera perda total das plantações, escassez de água nos reservatórios, córregos e poços de água, criando situações de emergência. 

Sobre o Monitor 

O Monitor de Secas promove o monitoramento regular e periódico da situação da seca, por meio do qual é possível acompanhar sua evolução, classificando-a segundo o grau de severidade dos impactos observados. O projeto é coordenado pela Agência Nacional de Águas (ANA), com o apoio da Funceme, e desenvolvido conjuntamente com diversas instituições estaduais e federais ligadas às áreas de clima e recursos hídricos. 

Com informações do Diário do Nordeste.

Flamengo e Athletico/PR decidem a Supercopa do Brasil

Foto Thiago Gadelha / SVM
Depois de quase 30 anos sem aparecer no calendário do futebol nacional, a Supercopa do Brasil voltou. Neste domingo (16), às 11h, o campeão brasileiro Flamengo e o campeão da Copa do Brasil Athletico-PR disputam o troféu em jogo único no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Neste resgate da competição, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) busca dar ares de grandiosidade ao evento, principalmente por meio do valor da premiação: R$ 5 milhões para o campeão e R$ 2 milhões para o vice.

O valor do prêmio e a oportunidade de levantar uma taça no início da temporada motivam athleticanos e flamenguistas a entrarem com força máxima para o confronto.

O evento foi concebido para abrir a temporada do futebol brasileiro. Ele seria realizado no dia 16 de janeiro, ainda antes do início dos estaduais. Não havia sido considerada pela confederação, porém, a possibilidade de o campeão brasileiro ser também o campeão da Libertadores.

Com a dupla conquista do Flamengo, a confederação teve de adiar a disputa do troféu para respeitar o período de férias do clube rubro-negro, que só começou após o Mundial de Clubes, encerrado em 21 de dezembro de 2019.

A ideia da CBF é fazer um rodízio de sedes nas próximas edições. Para o duelo em Brasília, 40 mil ingressos (de um total de 71 mil) foram vendidos até esta sexta-feira (14).

O Flamengo jogou três vezes no Mané Garrincha pelo Brasileiro do ano passado (Vasco, CSA e Avaí), com média de 50.200 torcedores por partida. No clássico com os vascaínos, que recebeu 65.418 pagantes, o ingresso mais barato era o da arquibancada superior, a R$ 65 (meia).

A mesma arquibancada é vendida a R$ 100 (meia) para a Supercopa, que tem ingressos de até R$ 600 para camarotes. Um desses camarotes, inclusive, receberá um pocket show da dupla sertaneja Maiara e Maraísa e custará R$ 500, sem opção de meia-entrada.

A Supercopa terá transmissão da Globo e do SporTV. A geração de imagens, porém, será da própria CBF, com 17 câmeras. O Canal 11, de Portugal, também adquiriu os direitos para transmitir os jogos. A tentativa de fazer com que a Supercopa enfim tenha sucesso no Brasil contrasta com o fracasso das duas únicas edições realizadas do torneio.

A primeiras delas, em 1990, correu o risco de não acontecer em razão da falta de datas livres no calendário. Inicialmente, o duelo entre Vasco (campeão brasileiro de 1989) e Grêmio (campeão da Copa do Brasil de 1989) estava previsto para o mês de janeiro.

"Só sabemos que não será mais possível jogar com o Vasco no dia 28 deste mês. Seria melhor até que esse jogo não ocorresse", disse o então presidente gremista Paulo Odone, cuja declaração consta na edição de 10 de janeiro de 1990 do jornal O Fluminense.

CONFRONTOS

Sem previsão de conseguir encaixar o torneio em meio às disputas dos estaduais e da Libertadores (os gaúchos estavam também na Copa do Brasil), Grêmio, Vasco e a CBF acordaram que os confrontos entre ambos pela fase de grupos do torneio continental valeriam pela Supercopa.

O Flamengo formará com Diego Alves; Rafinha, Thuler, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Arão, Gerson e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus. O Athletico terá Santos; Khellven, Thiago Heleno, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington, Erick, Cittadini e Marquinhos Gabriel; Nikão e Rony. Técnico: Dorival Júnior.

Com informações do Diário do Nordeste. 

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Ninguém acerta as 6 dezenas da Mega-Sena e prêmio acumula em 170 milhões

Ninguém acertou os seis números sorteados pela Caixa Econômica Federal no concurso 2.234 da Mega-Sena, realizado neste sábado (15), em São Paulo.

Os números sorteados foram: 04 - 21 - 27 - 29 - 42 - 47.

A expectativa de prêmio era de R$ 120 milhões para quem acertasse as seis dezenas. Agora, para o próximo sorteio, na quarta-feira (19), a estimativa é pagar R$ 170 milhões para quem acertar as seis dezenas.

A Quina teve 216 ganhadores. Cada um deles levou R$ 36.114,36. Outras 13.800 pessoas ganharam na Quadra. Nesse caso, o prêmio é de R$ 807,52.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Com informações do G1.