segunda-feira, 22 de abril de 2019

Semana Santa: acidentes e mortes aumentam em rodovias estaduais; vias federais não registram óbitos

O feriado da Semana Santa no Ceará registrou aumento no número de acidentes e mortes em rodovias estaduais, já nas federais não foram registrados óbitos durante o período.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), de quinta-feira (18),até domingo (21), ocorreram 13 acidentes nas rodovias federais, sendo três graves, com 15 pessoas feridas. Não foram registradas mortes durante o período, significando uma redução de 50% no número de acidentes, 70% no número de acidentes graves, 51,61% no número de feridos e 100% no número de mortes. Os dados são os melhores dos últimos cinco anos do período.

A fiscalização resultou em 2.497 autos de infração, dos quais destacam-se 398 por ultrapassagens proibidas, 49 pelo não uso do capacete, 46 pelo não uso do cinto de segurança. No total, 6.659 veículos foram fiscalizados, 24 Carteira Nacional de H’s e 228 CRLV’s foram recolhidos. Também foram prestados 55 auxílios a usuários e 46 animais soltos em rodovias federais foram recolhidos.

Foram realizados 1.584 testes de etilômetro, onde 18 pessoas foram autuadas e duas pessoas foram
detidas ao serem flagradas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. “Aliando fiscalização à educação para o trânsito, a PRF realizou ações educativas durante as abordagens a veículos e ônibus que utilizaram rodovias federias para seus deslocamentos. No total, 524 pessoas foram sensibilizadas em atividades de educação para o trânsito”.

Polícia Rodoviária Estadual

Trinta e cinco acidentes e seis mortes foram registradas em rodovias estaduais no Ceará. O número aumentou comparado ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 29 acidentes e quatro mortes. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nas estradas estaduais foram abordados 14.740 veículos, correspondendo ao aumento de 45,4% comparado ao feriadão da Semana Santa de 2018 quando foram realizadas 10.132 abordagens. “As apreensões de carros, motos e ciclo também aumentaram quase 28% neste ano. O número que foi de 159, em 2018, aumento para 203, neste ano. Já a quantidade de feridos em sinistros reduziu de 23 para 13 vítimas”.

Corpo de Bombeiros do Ceará

Durante o feriadão da Semana Santa, o Corpo de Bombeiros do Ceará (CCMB) registrou cinco mortes por afogamento em áreas não cobertas por guarda-vidas; uma na capital, uma no interior e três no litoral leste.

Em função do período das chuvas fortes em todo o Estado, o aumento do nível dos rios e açudes atrai várias pessoas para nadar em mananciais de água doce. Nos 95 postos distribuídos em 40 municípios do Ceará em que militares do CCMB estiveram de prontidão durante o feriado, o número de ações de prevenção aquáticas saltaram de 5.434, em 2018, para 9.602, em 2019.

O número de resgates de afogados também teve queda neste ano, caindo de 26 para 16. Segundo explica o coronel José Nilson de Oliveira, coordenador operacional do CBMCE, “quanto mais se investe em alertar as pessoas antes de um eventual incidente, maiores são as chances de evitar que o problema aconteça. Esse é o nosso foco”.

De acordo com os Bombeiros, as ações preventivas são: entrega de panfletos, colocação de pulseiras, orientações verbais e alertas de perigo.

Com informações do Tribuna do Ceará.