quinta-feira, 14 de junho de 2018

General defende novo modelo de treinamento para PM

O pré-candidato ao Governo do Ceará, o General Theophilo (PSDB), criticou a abordagem que resultou na morte da estudante universitária Gisele Távora Araújo (42), no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Para o militar, a ação revela despreparo. A declaração foi feita durante uma entrevista ao Cidade 190, nesta última quarta-feira (13).

"Eu vejo isso com muita preocupação, por revelar o despreparo da Polícia Militar para diversas abordagens", comentou. O político defende um novo modelo de treinamento para os agentes de segurança, que priorize o adestramento de tiros. O general ainda disse que o aumento de crimes e a instalação de facções no Ceará é o resultado da ausência do Estado. "Se ele [Estado] não está presente com saúde, educação e segurança, o crime organizado domina", explicou.

No programa, o militar defendeu a instalação de bloqueadores nos presídios. "Até hoje eles não foram colocados", lamentou.