segunda-feira, 11 de junho de 2018

Em 4 meses, mais de 1.600 pessoas foram assassinadas no Ceará

Falar em assassinato no Ceará não surpreende mais os cearenses. “A violência já é muito comum e está muito grande, principalmente no Ceará”, comenta uma dona de casa.

Cenário totalmente diferente em Londres. Na capital da Inglaterra, nos primeiros quatro meses foram registrados 50 homicídios, a maioria deles por ataques a faca. Isso foi o suficiente para acender um alerta sobre o aumento da violência no local.

Em entrevista ao programa Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT, o sociólogo César Barreira fala sobre o quadro da violência no Ceará. Em apenas quatro meses, 1.625 pessoas foram assassinadas. Com informações do Tribuna do Ceará.