terça-feira, 12 de junho de 2018

Defesa de Lula pede celeridade a Fachin em análise de suspensão de execução da pena

A defesa do ex-presidente Lula usa o prestígio de Sepúlveda Pertence, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, e tenta influenciar o relator, ministro Edson Fachin.

No encontro, detalhes do processo contra o ex-presidente foram discutidos, e a reclamação foi da velocidade na primeira instância. Só que, agora, quem pede pressa é Lula, sobre o julgamento do pedido de suspensão da execução da pena.

Fachin, segundo o advogado de defesa, se comprometeu a analisar presteza no processo. Lula está preso desde abril e para Sepúlveda Pertence, é uma condenação injusta.

Os argumentos apresentados agora repetem os pedidos negados pelo TRF4. Os advogados colocam Lula como pré-candidato à Presidência e alertam que ele pode ter os direitos políticos tolhidos, além da própria liberdade.

O plenário do STF já negou pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Lula.